25.4 C
Vitória
terça-feira, 25 janeiro, 2022

Paulo Baraona, presidente do Sinduscon-ES, fala sobre o bom momento para a construção civil

ESBrasil-Paulo-Baraona
Foto: Paulo Baraona

Um dos setores que teve ganhos mesmo no período difícil como de pandemia foi a construção civil, que viu acelerar vendas de imóveis e novos lançamentos

Por Samantha Dias 

ES Brasil conversou com o presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil no Espírito Santo (Sinduscon-ES), Paulo Baraona, para falar se o setor estava preparado e como reagiu ao aquecimento nas vendas. Ele destacou, principalmente, a venda de imóveis de médio e alto padrão e falou sobre as dificuldades em relação a matéria-prima e aumento dos preços.

ES Brasil: O setor da construção civil segue com fôlego em 2021?

Paulo Baraona: Mesmo durante a pandemia, o mercado imobiliário deu um salto nacionalmente. O Espírito Santo acompanhou esse crescimento e por aqui tivemos números positivos de venda e de lançamentos. Tivemos um início de ano em que o ritmo foi mantido, haja vista o número de imóveis financiados no país nos dois primeiros meses do ano. Foram 105,7 mil. De acordo com a Abecip (Associação Brasileira de Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança), um recorde histórico para o período desde 1994.

Já percebemos que houve uma pequena desaceleração no primeiro trimestre deste ano em relação ao final do ano passado. O IVV (Índice de Velocidade de Vendas) do Sinduscon-ES registrou essa redução. Mas ainda estamos com fôlego, sim. Dependemos de fatores externos para manter o cenário positivo. A economia é um exemplo do que tem forte impacto nas atividades do setor.

Na sua avaliação, quais os principais fatores que ajudam a explicar o crescimento na procura por imóveis?

Os juros baixos, um grande incentivo para quem quer financiar, e o acesso facilitado ao crédito. O isolamento social também levou famílias a procurar uma moradia que atendesse melhor às suas necessidades.

Verifica-se uma procura expressiva por imóveis de médio e alto padrão. O Índice de Velocidade de Vendas (IVV) desse tipo de imóvel tem ficado acima do IVV de imóveis de segmentos econômicos. Comente.

Sim. O IVV do Sinduscon-ES mostra que ao longo do 2º semestre de 2020 e do 1º trimestre de 2021, o comportamento do mercado retornou próximo ao patamar pré-pandemia no segmento de imóveis econômicos, embora ainda superior aos anos anteriores. Já o segmento de médio e alto padrão permaneceu relativamente mais elevado na Grande Vitória.

O padrão econômico depende muito do governo, com a oferta de subsídios, e o antigo Minha Casa Minha Vida passou por mudanças e foi transformado em Casa Verde e Amarela. Isso pode ter interferido um pouco nesse segmento que é mais vulnerável financeiramente.

Paulo Baraona - SindusconÉ possível estimar quantos dos imóveis que existiam no início de 2020 foram vendidos na pandemia?

De acordo com o Índice de Velocidade de Vendas do Sinduscon-ES (IVV) há em torno de 1.300 unidades prontas disponíveis para venda, segundo as 20 maiores empresas do mercado que fazem parte da pesquisa. Mas um dado positivo é que o mercado voltou a receber lançamentos e houve um equilíbrio na oferta, com novas unidades em construção.

Alguns setores do mercado, como a Construção Civil, sofrem com a falta de matéria-prima ou o aumento do valor dos insumos. Quais as principais dificuldades neste momento em relação à matéria-prima e como o setor está enfrentando?

Essa é a grande ameaça ao setor neste momento. Além da falta de alguns insumos, como o aço, em que a demora de entrega está maior do que a prevista, prejudicando o cronograma de andamento das obras, os preços estão subindo muito. Em 12 meses, até maio deste ano, o aumento foi de inacreditáveis 32,81%.

A falta de previsibilidade para a solução desse problema, que completará um ano no próximo mês, prejudica não somente a construção, mas a economia nacional como um todo. Num momento onde o desemprego alcança patamares recordes, o setor poderia estar contribuindo muito mais para incrementar as atividades do país.

  • Acesse aqui o Censo Imobiliário do Sinduscon-ES

 

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade