20.9 C
Vitória
segunda-feira, 21 junho, 2021

Odomodê promove bate-papo, visita guiada e 2º módulo da oficina de fotografia

As atividades são gratuitas e vão acontecer on-line e também presencialmente

O Núcleo Afro Odomodê, equipamento da Secretaria Municipal de Cidadania, Direitos Humanos e Trabalho (Semcid), realiza, na próxima semana, bate-papos, visita guiada e oficina de fotografia para o público jovem da capital.

Para a reflexão de cunho social e o desenvolvimento da autonomia, o Espaço Jovem Odomodê promove o bate-papo “Representatividade feminina na poesia”. O encontro ocorrerá pela internet, pelo instagram do Odomodê (@odomodevitoria), na terça-feira (16), às 18 horas. A poetisa e militante de representatividade feminina, King, é quem vai comandar a conversa.

2º módulo de fotografia

Na quarta-feira (17), às 15 horas, acontecerá o segundo módulo da oficina de fotografia, com a profissional Raffaella Passos, graduada em Artes pela Universidade Federal da Bahia e experiência na área de comunicação e marketing. O curso é presencial e pretende mostrar uma reflexão sobre a identidade e questões raciais a partir das lentes e técnicas com o uso do celular.

Ainda dá tempo de participar. As inscrições podem ser feitas pelo telefone 3132-4042 ou, presencialmente, no Núcleo Afro Odomodê, que fica na rua São Bartolomeu, 121, no Morro do Quadro. As vagas são limitadas devido o atendimento ao protocolo de saúde para a Covid-19. O último módulo ocorrerá no dia 24 de março.

Visita guiada

A equipe do Odomodê realiza, na quinta-feira (18), às 18 horas, no Museu Capixaba do Negro (Mucane), diálogo sobre a cultura afro capixaba. O objetivo do encontro é realizar o debate à respeito da Insurreição de Queimado, realizando conexões com o cenário contemporâneo da luta negra por igualdade. O encontro é limite a 15 pessoas, seguindo o protocolo de saúde para Covid.

E, na sexta-feira (19), fechando a programação da semana, acontecerá um visita guiada para jovens ao monumento Chico Prego, a lagoa das Almas e as ruínas de Queimados como forma de valorização e empoderamento da cultura afro capixaba. A saída está marcada para as 13 horas e está limitada a 10 participantes do diálogo sobre a cultura afro capixaba.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

ES Brasil Digital

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade