24.4 C
Vitória
sábado, 25 maio, 2024

Nove em cada 10 brasileiros apoiam a pauta ESG

Segundo a pesquisa, mudança climática é um dos temas que mais preocupa consumidores no Brasil

Por Amanda Amaral

Nove em cada 10 brasileiros declararam que a sustentabilidade desempenha um papel importante em suas vidas, segundo a pesquisa “Desenvolvimento Sustentável: marcas e publicidade no Brasil”.

- Continua após a publicidade -

Da mesma forma, à medida que o foco das preocupações se afasta de questões como a pandemia ou a guerra da Ucrânia, o interesse e a atenção para questões relacionadas às alterações climáticas e o meio ambiente, como a poluição do ar, das águas e a escassez de recursos naturais estão ganhando força.

Neste sentido e, segundo afirmaram os participantes do estudo da Teads, 87% dos respondentes procuram fazer um uso racional da água, 76% controlam o consumo de eletricidade, 68% reutilizam embalagens e 67% já se acostumaram a separar o lixo para reciclagem.

Meio ambiente e Empresas

No contexto atual, com múltiplos desafios em termos de sustentabilidade a nível global e regional, 61% dos entrevistados consideram insuficientes os esforços das empresas quando o assunto é ESG. Aliás, oito em cada 10 brasileiros afirmam frequentemente deixar de consumir produtos de marcas que testam em animais e o mesmo número busca informações sobre práticas sustentáveis das companhias das quais compram produtos ou serviços.

Existe um interesse especial de que as políticas de negócios sejam ainda mais enérgicas e tangíveis dentro desses desafios e compromissos com o meio ambiente. Hoje, mais da metade dos entrevistados indicaram que gostariam de ver suas marcas favoritas sendo verdadeiramente mais sustentáveis, mesmo dizendo não conhecerem muitas, e outros 46% afirmam trocar de marca caso descubram que ela não é sustentável.

Nesta linha, as principais ações que as empresas devem levar em conta são, de acordo com as opiniões recolhidas, o uso de materiais recicláveis (86%) e o apoio a causas sociais (82%). Entre algumas das observações, por ordem de importância, destacam-se que o produto deve ser livre de plástico (79%), cruelty free (74%), orgânico (74%), ecofriendly (73%) e vegano (53%).

Sustentabilidade, meios e credibilidade

Em termos de credibilidade sobre o assunto, os entrevistados no Brasil indicaram que o conteúdo divulgado por ONGs (54%) é o que mais gera confiança, seguido de falar sobre sustentabilidade com amigos (53%). Sites de notícias se destacam com a maior credibilidade entre os meios de comunicação para buscar informação sobre a temática (50%). Na contramão, redes sociais (38%) e influenciadores (34%) apresentam menor credibilidade.

Por último, entre as categorias de empresas cujas mensagens de sustentabilidade são mais confiáveis para os consultados encontram-se as marcas ou empresas de tecnologia, seguidas do mercado de beleza e cuidado pessoal.

Sobre a pesquisa

O estudo foi elaborado pela Teads, plataforma global de mídia, em conjunto com a Kantar, empresa de dados, insights e consultoria com presença mundial. A pesquisa teve como objetivo revelar o papel que a sustentabilidade desempenha no dia a dia dos brasileiros, bem como conhecer suas opiniões em relação aos esforços que as marcas fazem nesse sentido e ao nível de confiança que existe nos diferentes meios de comunicação que falam sobre o assunto.

O trabalho realizado incluiu mais de 536 entrevistas auto aplicadas a homens e mulheres na mesma proporção, acima de 16 anos (42% 16-29 anos, 37% 30-44 anos e 13% acima de 45 anos), em que 60% deles são de nível socioeconômico alto/médio e 40% médio/baixo, distribuídos igualmente pelos 26 estados e Distrito Federal.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 221

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA