19.2 C
Vitória
sexta-feira, 5 junho, 2020

Mercado automotivo retoma crescimento

Leia Também

Prefeitura de Vila Velha e BNDES firmam parceria para modernizar parque de iluminação da cidade

Inicialmente, o sistema substituirá as 35 mil luminárias em toda a cidade, com lâmpadas com tecnologia de LED, além de telegestão, instalação de tecnologia de monitoramento remoto das luminárias.

Tendência nos anos 1960, cinema drive-in chegará a Vitória

O cinema drive-in chegará a Vitória na segunda quinzena de junho, no estacionamento da Faculdade Estacio de Sá, em Jardim Camburi.

Produtos com até 50% no Dia Livre de Impostos

E por conta da pandemia do novo coronavírus, os estabelecimentos inovaram. Neste ano, o Dia Livre de Impostos será on-line.

Sindiex tem novo presidente

Sidemar Acosta, que era o primeiro vice-presidente, passou a assumir a presidência, tendo como vices os executivos Agnaldo de Assis e Erimar Trindade.

Entidades que representam o setor projetam alta nas vendas de veículos, driblando obstáculos como desemprego, inadimplência e elevação de juros

O Espírito Santo larga na frente quando se fala em vendas de automóveis leves ou pesados. Em 2018, entre janeiro e novembro, o setor registrou crescimento de 16,87% nesse indicador sobre igual período de 2017, saltando de 50.620 para 60.351 unidades novas comercializadas.

Levantamento do Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veículos do Estado (Sincodives) aponta avanço considerável na oferta desses bens, mesmo diante das dificuldades provenientes da crise econômica nacional, como desempregos, inadimplências e alta dos juros. A base comparativa leva em conta as significativas baixas observadas do ano passado, mas mesmo assim os incrementos recentes se mostram sustentáveis.

Em novembro, o mercado consumidor capixaba comprou 5.574 unidades, contra 5.854 no mês anterior. O diretor executivo do Sincovides, José Francisco Costa, afirmou que a expectativa para 2019 é ainda maior. “O setor está otimista, mas com cautela e estimativa de continuar crescendo cerca de 20% sobre a base de 2018”, pontuou.

Sem o Inovar-Auto, programa do governo federal de incentivo à indústria automobilística, os importadores ficaram livres da cota máxima de 400 carros e dos 30 pontos do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) então incidentes sobre a frota que ultrapassava esse número. “Quando há um aquecimento da atividade econômica, há um aumento da demanda por máquinas, equipamentos e insumos importados”, explica o presidente do Sindicato do Comércio de Exportação e Importação do Estado (Sindiex), Marcilio Machado.

Como exemplo de crescimento, a Kurumá, que atua no mercado capixaba há 26 anos, abriu nove lojas no Estado e ainda se expandiu para Minas Gerais, onde tem 12 concessionárias Toyota, do Grupo Águia Branca, com o nome Osaka. A rede trabalha com nove famílias de carros e suas variações.

Segundo o gerente-geral da empresa, Niemayer Oliveira, 2018 reservou muitas oportunidades. “Quando confrontamos janeiro a outubro de 2017 com o mesmo período deste ano, observamos uma elevação de aproximadamente 22%, com a comercialização de 36 mil novos automóveis em 2018. É um número positivo, que se compara ao nosso desempenho de 2015 e que deve subir ainda mais nos próximos anos”, destacou.

Mercado nacional

A Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) informou que a aquisição de novos veículos no Brasil progrediu 12,21% em novembro deste ano sobre o mesmo mês do ano passado. No acumulado de janeiro a novembro, foram 2.245.677 unidades licenciadas, resultado que representa alta de 14,15% diante de 1.967.369 de igual período de 2017.

Fontes: Sincodives, Fenauto e Fenabrave

O mercado total, considerando automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas, implementos rodoviários e outros, somou, no acumulado do ano, alta de 13,96%, registrando 3.322.355 unidades vendidas, contra as 2.915.490 em 2017.

Já no ramo dos seminovos e usados, também há dados em ascensão. De acordo com a Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores (Fenauto), houve alta no desempenho em outubro, avançando 11,1 pontos no comparativo com setembro deste ano. Entretanto, em novembro foi sentida uma leve queda.

As vendas nacionais, que contaram com um menor número de datas úteis em novembro, chegaram a 1.146.568 veículos, ante 1.294.475 de outubro. A entidade explicou que esse recuo se deu por conta de dois dias a menos (feriados), algo típico e já esperado para o período.

“Aparentemente, o resultado das eleições vem alimentando perspectivas de uma recuperação na economia e, consequentemente, uma melhora nos índices de confiança do consumidor que se refletiram em melhores vendas, apesar de ainda estarmos em compasso de espera até que o novo governo efetivamente tome posse”, avaliou o presidente da federação, Ilídio dos Santos.

No segmento premium de importados, conforme a Associação Brasileira das Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos Automotores (Abeifa), ante igual período de 2017, o levantamento identifica progressão de 12,7% em 12 meses. Foram 2.947 unidades emplacadas em novembro último, patamar acima das 2.614 de igual período do ano passado.

No acumulado de 11 meses, as filiadas à Abeifa anotaram 34.193 unidades importadas licenciadas, alta de 29,4% em comparação às 26.427 emplacadas de janeiro a novembro de 2017.

Fábricas no Espírito Santo

Há três anos, a Agrale começou a montar caminhões na fábrica de São Mateus, norte do Estado, onde já produzia chassis de ônibus para a Volare, também atuante no município. São modelos de oito a 17 toneladas com plataforma flexível, próprios para receber carrocerias de oito a 13,5 metros de comprimento. A previsão é fechar o ano com 600 unidades produzidas – até o momento, já foram 561.

Retrospectiva 2018 do mercado automotivo
A Volare foi a primeira montadora de veículos a se instalar no Espírito Santo

O diretor executivo da Agrale, Rogério Vacari, explicou que o mercado interno de ônibus ficou reduzido a um terço do que era em 2013. “O impacto foi sentido tanto nas empresas transportadoras de passageiros quanto nas montadoras, obrigando-as a se adequar à nova realidade. A crise econômica atingiu diretamente o setor, que sofreu com a queda na demanda pelo transporte”, disse.

Com 20 anos no mercado, a Volare – unidade de negócios da Marcopolo S.A – lançou em 2016, o Fly 5, primeiro veículo produzido exclusivamente no município de São Mateus e único no segmento de miniônibus.

A Agrale também teve sua produção em um patamar abaixo do estimado. Quando foram idealizados a fábrica e o modelo, a demanda brasileira por veículos para o transporte de passageiros era quase três vezes maior que a atual. Mesmo assim, a empresa tem elevado gradualmente a produção e as expectativas são boas.

Continua após a publicidade

ES Brasil Digital

esbrasil_177
Continua após publicidade

Fique por dentro

Projeção de alta do crédito bancário em 2020 passa de 4,8% para 7,6%, diz BC

Já a projeção de crescimento do crédito livre em 2020 passou de 8,2% para 10,6%. No caso dos recursos direcionados, a projeção foi de zero para alta de 3,5%.

Adidas informa que dois terços de suas lojas em todo o mundo já reabriram

As taxas de abertura das lojas da Adidas na América do Norte e América Latina ainda estão significativamente abaixo de 50%.

Pedidos de falência no Brasil sobem 30% em maio ante abril, afirma Boa Vista

As taxas que medem os pedidos de recuperação judicial e as recuperações judiciais deferidas aumentaram bem mais na comparação mensal: 68,6% e 61,5%, respectivamente.

Campanha incentiva consumo de vestuário no Espírito Santo

A indústria têxtil sempre foi representativa na economia capixaba. Por isso, a campanha “Moda Capixaba: Eu apoio. Eu compro. Eu uso." incentiva as marcas locais e o consumidor a valorizá-la.

Vida Capixaba

Tendência nos anos 1960, cinema drive-in chegará a Vitória

O cinema drive-in chegará a Vitória na segunda quinzena de junho, no estacionamento da Faculdade Estacio de Sá, em Jardim Camburi.

Vitória organiza Circuito Cultural com exposição on-line

Os alunos do Núcleo de Fotografia do Circuito Cultural, equipamento da Secretaria Municipal de Cultura de Vitória (Semc) fizeram trabalhos que estão sendo disponibilizados por meio de uma exposição on-line. 

Vila Velha instala câmeras de alta definição em ruas

Os equipamentos serão instalados em pontos estratégicos da cidade. A primeira instalação teste com uma das novas câmeras ocorreu na última sexta-feira (29), no Farol de Santa Luzia. 

Viana contará com Guarda Municipal armada

Ao todo, 29 agentes estão sendo treinados para realizar o combate à criminalidade, na segurança do patrimônio público, e a organização do trânsito, conforme explicou o prefeito Gilson Daniel.
Continua após publicidade