22.1 C
Vitória
terça-feira, 9 agosto, 2022

MEC SHOW 2022 apresenta robôs, tecnologia 5G e soluções em energia

esbrasil-mec-show-2022
Segundo a organização, a MEC SHOW 2022 é a maior edição da feira desde a sua fundação. A planta foi ampliada em 30% - Foto: Renato Cabrini/Acervo

Nesta quinta-feira, 04 de agosto de 2022, é o último dia da MEC SHOW 2022 que deve somar 15 mil visitantes, segundo a organização 

Por Wesley Ribeiro 

Robótica, tecnologia 5G, inovação, óculos 3D, economia de energia, novidades do setor e um volume impressionante de visitantes marcaram o segundo dia da MEC SHOW 2022, a maior feira do setor metalmecânico do Espírito Santo, realizado nesta quarta-feira, 03 de agosto, no Pavilhão de Carapina, na Serra, na Grande Vitória.

Mais de 250 marcas e expositores apresentam as mais diversas soluções para o setor, além de workshops, palestras e rodas de conversa que promovem temas importantes como governança ambiental e a indústria 4.0.

Nesta edição, que comemora o aniversário de 15 anos da feira, os expositores não economizaram na confecção de estandes e na mostra de produtos, protótipos e simuladores interativos.

Uma das grandes atrações do evento é o estande da Petrobrás que traz um simulador do ROV, um robô submarino que ajuda na manutenção de equipamentos e estruturas de exploração e produção de petróleo.

No estande, que atrai em sua maioria jovens, os visitantes podem sentar-se dentro do equipamento e, usando óculos de realidade virtual, e viver a experiência de “mergulhar em águas profundas” durante cerca de cinco minutos.

A engenheira Isabella Dutra de Alcântara, de 32 anos, relatou que amou a experiência. “É tudo muito real. A gente realmente tem a sensação de estar em águas profundas. A tecnologia tem avançado muito. Essa feira tem evidenciado isso”, concluiu enquanto aguardava a amiga, que seguia ansiosa na fila para viver a mesma experiência.

Carreta 5G 

Outra importante atração da MEC SHOW 2022 é a Carreta 5G, estacionada na área externa do pavilhão. Explicando as aplicações e utilidades não só no dia a dia da indústria, mas também na manutenção de equipamentos, a tecnologia 5G é apresentada nas visitas guiadas. Cada grupo de 12 pessoas assistem a demonstrações dos casos de uso do 5G na área da agricultura, mineração, manutenção de equipamentos, e no ambiente familiar.

O estande da empresa Elite Solda e Robótica, um robô soldador e uma máquina de corte a plasma com CNC, amplamente utilizada para cortar metais em formatos variados, segundo os expositores, também chamavam a atenção dos visitantes.

O engenheiro Bruno Ferreira, de 45 anos, que veio de Minas Gerais especialmente para a feira, se disse impressionado com a precisão e segurança dos equipamentos. “Isso é uma mão na roda. Segundo o expositor, agilizam o processo de produção, são de fácil operação, têm alta velocidade e ainda são seguros. Estou impressionado com as novidades que vem sendo apresentadas na feira”, comemorou.

A Feira

esbrasil-feira-mec-show-2022
Entrada da MEC SHOW 2022 – Foto: Renato Cabrini/Arquivo Next

Segundo a organização, a MEC SHOW 2022 é a maior edição da feira desde a sua fundação. A planta foi ampliada em 30%.

Durante os três dias de evento, tecnologia, inovação e energia são os assuntos em pauta em debates e visitas. A expectativa é receber 15 mil visitantes e representantes de 12 estados brasileiros. Além disso, movimentar R$50 milhões em negócios no Espírito Santo.

De acordo com o presidente do Sindicato das Indústrias Metalúrgicas e de Material Elétrico do Espírito Santo (Sindifer), Luis Cordeiro, a feira já é uma tradição. “A MEC SHOW já é reconhecida como uma das principais feiras do setor metalomecânico do Brasil, vamos fazer este ano a nossa edição especial, comemorativa de 15 anos. Isso mostra que é uma feira que tem tradição, e temos muito orgulho disso”, disse.

Sobre o momento pelo qual passa o Espírito Santo, Luis Cordeiro destacou que o estado vive um contexto promissor e reforçou que tem empresas reconhecidas nacionalmente, e potencial para aproveitar a oportunidade e fechar negócios que movimentaram a economia capixaba do país.

“A feira está muito bem organizada, muito bem montada, por isso estamos com uma expectativa enorme. Ela acontece em um momento muito bom, de retomada de eventos presenciais. Temos uma carteia de investimentos muito expressiva até 2026, catalogados na ordem de R$66 bilhões. Então, são muitas oportunidades”, completou.

Arena Sesi Senai

esbrasil-aresa-sesi-mec-show-2022
A ilha de inovação Arena Sesi Senai – Foto: Renato Cabrini/Arquivo Next

Um dos pontos altos do segundo dia da feira, foram as palestras apresentadas na Arena Sesi/Senai que abordaram, entre outros assuntos, os desafios da indústria 4.0 e as implicações da guerra envolvendo a Rússia e a Ucrânia.

Apresentando uma série de cases de sucesso e projetos na área de tecnologia, o Senior Manager da Bosh, Jefferson de Almeida, explicou que a indústria 4.0 vai muito mais do que a automação industrial.

“Ela tem muito mais a ver com a conectividade que envolve processos de automação, gestão de pessoas e tecnologia. A Indústria 4.0 implica na conectividade de empresas, fornecedores e clientes por meio de sistemas que fazem diagnósticos para aumentar a competitividade e a performance dessa cadeia de empresas. Na prática, é antever as necessidades e os problemas dos clientes, através dessa conexão, e ajudá-los na solução dos problemas”.

E isso, segundo ele, tem como pilar também a inovação, por meio das startups, que podem desenvolver sistemas e criar soluções específicas, o que é mais viável e até mais barato para as empresas.

“Outra questão importante”, continua ele, “é que os investimentos em tecnologia, embora relevantes, não são tão caros como acontecia no passado, de modo que pequenas e médias empresas podem investir e, aos poucos, ir evoluindo nessa direção”, completou.

Guerra na Ucrânia 

esbrasil-gerente-geral-surimentos-samarco-ailana-vilela
A gerente geral de suprimentos da Samarco, Ailana Vilela – Foto: Renato Cabrini/Arquivo Next

Ao palestrar sobre a questão da volatilidade nos preços de insumos e matérias primas e supliting, a gerente geral de suprimentos da Samarco, Ailana Vilela, fez um breve comentário sobre os impactos da guerra entre a Rússia e a Ucrânia, vigente na Europa, na cadeia de fornecimento de matérias primas e insumos na mineração e a necessidade da rapidez na tomada de decisão.

“A Samarco importava um combustível sólido da África do Sul que é utilizado no processo de mineração. Com as dificuldades geradas pela pandemia de Covid-19, estávamos em processo de desenvolvimento de um fornecedor na Rússia. Como a Samarco tem fornecedores e clientes em países que concordavam com essas sanções, a empresa ficaria em situação difícil ao buscar um fornecedor na Rússia”, explicou.

A solução, segundo ela, foi desenvolver um material americano e nacional à base de calcário, como alternativa para continuar com o processo de mineração e não parar o funcionamento das usinas.

Inclusive, uma evidência de que tem surgido, atualmente, uma tendência em buscar soluções mais regionalizadas, uma vez que, em esfera global, os impactos podem ser muito relevantes para as empresas e a economia em geral.

Segundo o IBGE, em 2021, a indústria capixaba cresceu acima da média nacional. A produção aumentou 4,9% no Espírito Santo em relação ao ano anterior, enquanto o país avançou 3,9%. Foi o primeiro saldo positivo na indústria capixaba desde 2017 (1,7%) e a melhor performance desde 2014 (5,6%).

Nesta quinta-feira, 04 de agosto de 2022, é o último dia MEC SHOW 2022, que acontece no Pavilhão de Carapina, das 15 às 21 horas.

MEC SHOW 2022

Onde: Pavilhão de Carapina
Endereço: Avenida Marginal, 5.196, Jardim Carapina, Serra
Quando: 02 a 04/08/2022
Horário: 15h às 21h
Informações: site Mec Show

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade