21 C
Vitória
quinta-feira, 25 DE julho DE 2024

Lula diz que acordo com UE só não sai por “irrazoabilidade”

O presidente chegou a afirmar que, após 23 anos de negociação, se o acordo não for concluído “é porque estamos sendo irrazoáveis”

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, disse que não vai desistir do acordo comercial entre Mercosul e União Europeia. Ele deu a declaração ao lado do chanceler da Alemanha, Olaf Scholz, dias depois de o presidente francês, Emmanuel Macron, criticar a proposta em discussão.

“Não vou desistir do acordo enquanto não conversar com todos os presidentes e ouvir o ‘não’ de todos”, disse Lula.

- Continua após a publicidade -

Ele afirmou que vai “lutar” pelo acerto enquanto acreditar na possibilidade de concluí-lo.

“Depois de 23 anos [discutindo o tema], se a gente não concluir o acordo é porque estamos sendo irrazoáveis”, declarou o brasileiro.

Ele falou sobre a possibilidade de Scholz conseguir convencer Macron e governo argentino sobre o acerto entre os dois blocos.

O presidente do Brasil também afirmou que respeita a posição da França, e que essa é a postura antecede a chegada de Macron ao poder. Lula afirmou que espera que a União Europeia decida se tem interesse em “um acordo equilibrado”.

Também disse que Brasil e Alemanha reforçarão a colaboração na área ambiental. Também disse que ambos concordaram em enfrentar forças antidemocráticas.

Além disso, o brasileiro disse que reiterou o convite para Scholz participar da Conferência do Clima em Belém. Com informações de Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 222

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA