23.2 C
Vitória
terça-feira, 25 junho, 2024

Lula conversa com von der Leyen sobre acordo Mercosul-UE

O Itamaraty está em contato com o chefe de gabinete da presidente da União Europeia para analisar os “pontos mais problemáticos” do acordo, diz Lula

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, afirmou nesta terça-feira, 21, que repassou “pontos nervosos” do acordo entre Mercosul e União Europeia à presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, em conversa na segunda-feira, 20 De acordo com o brasileiro, está sendo articulada uma reunião com von der Leyen durante a COP-28 para ser apresentada uma resposta definitiva do bloco europeu.

“Ontem, liguei para a Ursula von der Leyen, que é presidente da Comissão Europeia, para dizer a ela que estou querendo negociar o acordo UE-Mercosul ainda na minha presidência e gostaria que a gente conseguisse fazer o acordo”, declarou o presidente do Brasil na transmissão semanal ao vivo nas redes sociais Conversa com o Presidente, que nesta terça-feira contou com a participação do ministro da Fazenda, Fernando Haddad.

- Continua após a publicidade -

Lula afirmou que passou à presidente da Comissão Europeia “todos os pontos nervosos” do acordo e que ela “ficou de me dar uma resposta”.

Segundo o brasileiro, o ministro das Relações Exteriores, Mauro Vieira, está em contato com o chefe de gabinete de von der Leyen para analisar os “pontos mais problemáticos.” “Ela (von der Leyen) ficou de tentar, quem sabe, lá na COP 28, fazer uma reunião comigo e apresentar a resposta definitiva dele sobre nossa demanda”, comentou Lula.

A conversa entre ambos ocorreu um dia após a vitória do novo presidente da Argentina, Javier Milei, no domingo, 19.

Conforme mostrou o Broadcast Político (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado), apesar da vitória do ultradireitista, o governo brasileiro vê que a relação entre Brasil e Argentina é forte o suficiente para resistir a uma gestão declaradamente contra à de Lula. A preocupação está concentrada, neste momento, com a integração regional, que pode ser enfraquecida. Um dos pontos de atenção é o acordo entre Mercosul e União Europeia, defendido por Lula. A vitória de Milei pode frear as negociações. Com informações de Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 221

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA