19.9 C
Vitória
segunda-feira, 22 DE julho DE 2024

Janeiro tem menor número de assassinatos em 28 anos no ES

Registros de morte violenta no primeiro mês de 2024 seguem a tendência de queda nos homicídios registrada no ano passado

Por Otávio Gomes

Em 2024, o Espírito Santo registrou o menor número de mortes violentas para um janeiro em toda a série histórica, que teve início em 1996. O primeiro mês do ano fechou com 77 homicídios, 17 casos a menos do que a antiga mínima para o mês, quando foram contabilizadas 94 mortes em janeiro de 2016.

- Continua após a publicidade -

O baixo número relativo de mortes no início deste ano segue o ritmo de queda nos crimes violentos no Estado. O ano de 2023 teve redução de 19,8% no índice de homicídios (19 mortes a menos em números absolutos), fechando o ano com o menor número da série histórica. Em termos regionais, a diminuição ocorreu nas regiões Metropolitana, Noroeste e Sul, enquanto Norte e Serrana sofreram um aumento. Dos 78 municípios que compõem o mapa do Estado, 50 não registraram nenhum crime desse tipo.

“Iniciamos o ano da forma como terminamos 2023, com redução nos homicídios em nosso Estado. Esse trabalho forte das nossas forças de segurança aliado ao eixo social do nosso programa Estado Presente é fundamental para obter esses resultados históricos. A nossa meta é seguir reduzindo para transformarmos nosso Estado em um dos cinco mais seguros do País. Ainda temos uma longa caminhada, mas percebemos que estamos seguindo o caminho certo”, comentou o governador Renato Casagrande ao destacar o papel dos programas da administração estadual no recente fortalecimento da segurança pública no Estado.

Nesse sentindo, o coordenador do Programa Estado Presente em Defesa da Vida e secretário de Estado de Economia e Planejamento, Álvaro Duboc, esclareceu o papel do governo estadual nos resultados.

“Após encerrarmos 2023 com o melhor resultado anual da série histórica de homicídios dolosos no Estado, iniciamos o ano de 2024 com um resultado também histórico. Isso é fruto de uma política pública sólida, consolidada e contínua. Parabenizo as nossas forças policiais pelos esforços coletivos e ao governador pela sensibilidade e comprometimento com que trata a nossa segurança”, disse.

Já o secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, coronel Marcio Celante, destacou os desafios do planejamento da segurança no período de férias neste início de ano. “Temos um período muito difícil que é o Verão, em que o fluxo de turistas é gigante no Espírito Santo, recebemos pessoas de vários locais do Brasil e do mundo. Para isso, fazemos todo um planejamento do Verão, Carnaval, festividades, com objetivo de evitar, principalmente, os crimes contra a vida e os crimes patrimoniais. Alcançar esse resultado em janeiro é algo importante e temos que continuar com o trabalho sério, para que consigamos mais um ano de menos vidas perdidas no Estado”, afirmou Celante.

Feminicídio em queda

Os casos de morte de mulheres no ínico deste ano investigados como feminicídios também estão em queda. Do total de 77 assassinatos, cinco foram vítimas do sexo feminino, sendo dois deles tratados pela polícia como feminicídio. Comparado a janeiro de 2023, quando foram registrados 5 casos do tipo, o número representa uma redução de 37,5%.

“Estamos com todas as nossas ferramentas disponíveis para essas mulheres que sofrem com a violência doméstica e, naqueles casos que, infelizmente, não conseguimos evitar, nosso aparato policial está de prontidão para investigar e evitar a impunidade o mais célere possível”, frisou Mário Celante. (Com informações do Governo do Estado)

*Estagiário sob supervisão de Erik Oakes

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 222

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA