24.9 C
Vitória
terça-feira, 25 junho, 2024

Inscrições para startups até esta sexta-feira (30)

O Funses 1 vai dar início a 4º turma do programa de aceleração com investimentos que variam entre R$ 300 mil e R$ 800 mil

Por Amanda Amaral

Startups que desejam devem se inscrever até sexta-feira (30) no programa de aceleração do Funses 1 – ligado ao Fundo Soberano do Estado do Espírito Santo, que utiliza recursos dos royalties de petróleo e gás. As selecionadas vão receber investimentos que podem variar entre R$ 300 e R$ 800 mil.

- Continua após a publicidade -

Esta é a 4ª turma do programa e as inscrições são feitas no site do Fundo Sobreano. fundosoberano.es.gov.br . Os vencedores do processo seletivo serão divulgados em julho.
O Funses 1 é operado pelo Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes) e é um dos maiores da categoria no País, com aporte de R$ 250 milhões. O Fundo é gerido pela TM3 Capital, que contratou a empresa ACE Ventures para executar o programa de aceleração.

As empresas selecionadas serão aceleradas por aproximadamente quatro meses e contarão com uma rede de mentores composta por mais de 100 profissionais e especialistas de áreas diversas como contábil, produto, gestão, marketing & vendas, jurídico e fundraising.

O objetivo do Funses1 é acelerar 50 startups em cinco anos e, no mesmo período, realizar 30 investimentos diretos em startups mais consolidadas. O Fundo completou o seu primeiro ano de operação no último mês de maio com mais de R$ 33 milhões investidos, em um total de 12 aceleradas e cinco investimentos diretos.

startups
Felipe Marcondes, da TM3, comenta sobre a importância do programa para empresas em estágio inicial. Foto: Divulgação/TM3

Em 2021, o governo capixaba canalizou recursos para o Bandes, que foi responsável por criar o edital de criação do Fundo de Investimento em Participações (FIP). O capital investido pelo Funses1 deverá ser destinado às empresas de tecnologia que cumpram pelo menos um dos três critérios: 1) empresa criada no Espírito Santo; 2) empresa que tenha ou venha a ter investimentos no Estado do Espírito Santo; e 3) empresa que transfiram a sede para o Espírito Santo. 

Polo para startups

“Desde quando apresentamos a proposta deste Fundo, tínhamos a convicção que o Estado do Espírito Santo precisava não só de investimentos em empresas mais consolidadas, mas também aceleração para empresas em estágio inicial, que podem eventualmente receber investimentos subsequentes pelo próprio Fundo”, diz Felipe Marcondes de Mattos, sócio e diretor de Venture Capital da TM3 Capital.

“Queremos fomentar o ecossistema local e transformar o Espírito Santo em um polo para startups. Agora temos essa responsabilidade de selecionar e trabalhar em conjunto com esses empreendedores para, quem sabe, um dia eles se transformarem em mais unicórnios para o Brasil”, afirma Pedro Carneiro, sócio e diretor de Investimentos da ACE.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 221

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA