25.6 C
Vitória
domingo, 27 setembro, 2020

Avanços pavimentam o desenvolvimento para o ES decolar

Leia Também

Campanha das eleições municipais começa neste domingo

A partir deste domingo (27) as Eleições Municipais 2020 entram em uma nova etapa, com o início da campanha aos cargos de prefeito, vice-prefeito e vereador. Os candidatos estarão liberados, por exemplo, a pedir votos e divulgar propostas nas ruas, na internet e na imprensa escrita.

Volta às aulas: Fim das restrições às aulas presenciais

O anúncio foi feito pelo Governador do Espirito Santo, Renato Casagrande, durante uma videoconferência na tarde dessa sexta feira (25)

Ocupação de UTIs tem risco baixo em 17 estados e intermediário no Espírito Santo

Aumentou de 15 para 17 o número de estados em que a taxa de ocupação de unidades de terapia intensiva para covid-19 é considerada de alerta baixo (menor que 60%) no boletim Observatório Fiocruz Covid-19, divulgado hoje (25).

Antigas obras, enfim, foram entregues em 2018, entre elas a ampliação do aeroporto e o aprofundamento do Porto de Vitória

O anúncio de investimentos em infraestrutura, logística e saneamento pavimentou o caminho do Espírito Santo em 2018 rumo à solução de antigos gargalos. O protagonismo ficou para a entrega de obras fundamentais para o crescimento econômico e social capixaba.

A inauguração do novo Aeroporto de Vitória, em março, após 16 anos de espera, enfim, fez decolar a capacidade operacional, melhorou o serviço aos passageiros e possibilitou incrementos do transporte aéreo, da economia e do turismo no Estado. No fim de novembro, foi publicado o edital para a concessão do terminal, cujo leilão está previsto para março de 2019.

Também em relação a esse modal, as obras de ampliação do Aeroporto de Linhares foram iniciadas em abril, com conclusão estimada para o primeiro semestre do próximo ano, representando um investimento de R$ 38 milhões.

Portos

A infraestrutura portuária também se ancorou na execução de projetos importantes. A dragagem e derrocagem do Porto de Vitória, da Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa), permitiram que o complexo passasse a receber navios maiores, com calados de até 12,50m e largura mínima de 120m – antes dos serviços implementados, os limites dessas respectivas dimensões eram 10,76m e 80m. Isso também significa que o terminal já pode atrair embarcações com 30m de boca e 244m de comprimento, padrão no qual se encaixam os cargueiros do tipo Panamax, modelo que representa 70% da frota mundial.

O processo de homologação da Marinha para a terceira batimetria, com simulações validando os resultados da dragagem, ocorreu ao longo de 2018, com a publicação da norma de navegação no fim de novembro, oficializando o aval para operação no porto desses “gigantes dos mares” com até 70 mil toneladas, em lugar das 30 mil anteriores.

O novo aeroporto Eurico de Aguiar Salles

Em março, foi concedida a licença do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) para a instalação do Porto Central, em Presidente Kennedy, no extremo sul do Estado. O complexo industrial portuário de águas profundas – uma joint-venture formada pelo Porto de Roterdã e pela TPK Logística – terá múltiplos terminais para movimentação de cargas.

As construções devem dar a partida no início de 2019, com investimentos de R$ 3,5 bilhões e abertura de até 4,7 mil empregos. A fase da operação está prevista para 2022. Um comitê formado com o governo do Estado e a Vale vai garantir a abertura da ferrovia EF-118, do Espírito Santo ao Rio de Janeiro, para viabilizar a movimentação de carga do Porto Central.

Na Região Norte, as obras do Terminal Portuário Imetame, em Aracruz, estão sendo feitas desde o começo do segundo semestre, após receberem em abril a licença do Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema). Em fevereiro, foi anunciada a duplicação do Portocel, em Barra do Riacho, que vai ampliar a movimentação anual de 7 milhões para 14 milhões de toneladas.

Estradas

As duplicações de rodovias federais também marcaram 2018. Dois trechos da BR-101 já estão prontos, em Anchieta e João Neiva. O ano chega ao fim com a conclusão desse tipo de intervenção nos 30 quilômetros que ligam Viana a Guarapari, assim como no Contorno de Iconha.

Na BR-262, a Superintendência Regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit-ES) informou que está sendo realizada a primeira etapa da obra, de Marechal Floriano a Paraju, com sete quilômetros a serem duplicados até maio de 2019.
A segunda fase tem 15 quilômetros, entre Paraju e Domingos Martins. Os projetos de geometria e de terraplanagem já foram aprovados. Estudos ambientais vêm sendo elaborados.

Leste-Oeste

Na Região Metropolitana da Grande Vitória, foi entregue no início de dezembro a Rodovia Leste-Oeste, a ligação da Rodovia Darly Santos (em Vila Velha) com a BR-262 (em Cariacica) que demandou aportes de R$ 134 milhões. “Com a nova estrada, o Estado ganha em infraestrutura de transportes, melhorando a mobilidade urbana e a entrega de mercadorias”, destacou o secretário estadual de Transportes e Obras Públicas, Paulo Ruy Carnelli.

O Contorno de Cariacica, um trecho de 9,7 quilômetros de extensão entre a ES-080 e a BR-101, também está sendo inaugurado neste mês, com investimento de R$ 29 milhões. Outro destaque é a obra do contorno de Aruaba, de 9,6 quilômetros, que ligará a BR-101 (altura de Santa Leopoldina) à ES-080, em Cariacica, desviando o trânsito pesado deste último município e também da Serra.

E no interior, foi concluída em 2018 a duplicação da ES-482 (Cachoeiro-Coutinho), que já beneficia o sul do Estado.

Mobilidade

A Secretaria de Estado dos Transportes e Obras Públicas (Setop) conseguiu, em setembro, a liberação de R$ 530,4 milhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Com a contrapartida do Espírito Santo, o investimento total será de R$ 733,2 milhões em intervenções do Programa de Melhoria da Mobilidade Metropolitana. “O desenvolvimento pleno capixaba passa pela melhoria da infraestrutura e da logística”, afirma o secretário estadual de Desenvolvimento, José Eduardo de Azevedo.

O sistema de compartilhamento de bicicletas “Bike VV” foi inaugurado em 2018 e tem grande procura dos usuários

E as bicicletas ganharam mais espaço com o aumento da procura no número de usuários dos projetos Bike Vitória, Bike VV e Bike GV. Na capital capixaba, o programa está em operação há dois anos e meio e, nesse período, foram realizadas 651.363 viagens para adulto. E em um ano de funcionamento do Bike Kids há registro de outras 8.145.
Além disso, deixaram de ser emitidas 240 toneladas de CO2.

Em Vila Velha, o sistema foi inaugurado em março deste ano e, nos sete primeiros meses, efetuou mais de 27 mil cadastros, com tendência de aumento no verão. O percentual de novos inscritos em outubro já foi 91,64% maior que o observado no terceiro mês de 2018. Ao todo, foram 417.250 viagens nesse período. Outros municípios da Grande Vitória e também do interior já planejam instalar sistemas de bicicletas compartilhadas.

Saneamento

Na área de saneamento, o Estado chegou a 886.838 imóveis ligados às redes de água e a 506.948 conectados às de esgoto. “É um serviço essencial para a vida das pessoas. Os recursos financeiros têm também retorno em diversas frentes, como a saúde infantil, com redução da mortalidade de crianças, e as melhorias na educação, na expansão do turismo, na valorização dos imóveis, na renda do trabalhador e na despoluição dos rios”, salienta o diretor-presidente da Companhia Espírito Santense de Saneamento (Cesan), Amadeu Wetler.

Cesan realizou paralelamente obras de esgotamento sanitário em mais de 20 municípios

Visando à universalização do esgotamento sanitário, a empresa realizou paralelamente obras em mais de 20 municípios. Na Região Metropolitana, por exemplo, estão em andamento parcerias público-privadas na Serra, em Vila Velha e, futuramente, em Cariacica. No Programa de Gestão Integrada das Águas e da Paisagem, os serviços ocorrem em nove cidades – Iúna, Irupi, Ibatiba, Dores do Rio Preto, Divino de São Lourenço, Conceição do Castelo, Marechal Floriano, Santa Leopoldina e Santa Maria de Jetibá. Já em Nova Venécia foi inaugurado o Sistema de Esgotamento Sanitário (SES) em setembro. Pinheiros e Pancas também têm intervenções em execução.

Para acompanhar o crescimento urbano, os investimentos da Cesan incluíram a ampliação do Sistema de Abastecimento de Água de Jacaraípe, Civit e Nova Almeida e o Sistema de Esgotamento Sanitário de Carapebus. Também foram contemplados Atílio Vivácqua, Meaípe (Guarapari), Ponta da Fruta (Vila Velha) e Nova Venécia.

Obras da orla do Canal de Guarapari trouxeram para o espaço novos equipamentos públicos

Canal de Guarapari

Este ano foi inaugurada a nova orla do Canal de Guarapari. A reurbanização trouxe para o espaço novos equipamentos públicos: pistas na descida da ponte, cais para embarcações de pesca, ciclovia, abrigo de ônibus, banheiros, paisagismo, iluminação e vagas de estacionamento. Também foi construído um posto para a Polícia Militar e outro para o Iema.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Embraer tem prejuízo líquido de R$ 1,276 bilhão no 1º trimestre, 6 vezes maior

Segundo a empresa, os principais fatores determinantes para o aumento do prejuízo líquido ajustado foram o declínio na receita operacional aliado ao crescimento das perdas cambiais.

Obras em viaduto da Segunda Ponte começam hoje (02)

O trabalho será realizado das 22 às 5 horas pelo DER-ES. Uma das faixas estará sempre liberada, de acordo com a entidade Começam nesta segunda-feira...

Governo estadual anuncia medidas para retomada da economia no sul do ES

População e comerciantes poderão realizar empréstimos com juros baixos A previsão de chuva para o Espírito Santo continua, ações emergências já estão a todo o...

Construção civil: custo médio cresce 3,75% no acumulado de 2019

Espírito Santo é o 11° estado com maior custo médio por m² O índice da construção civil no Espírito Santo, calculado pelo Sistema Nacional de...

Amunes desenvolve ações para incentivar gestão dos municípios

Congressos, e parcerias foram algumas das ações promovidas pela Amunes para garantir o crescimento dos municípios capixabas Fortalecendo a ação institucional e a representatividade política,...

Pedágios mais caros a partir de hoje (1º)

O pedágio da Terceira Ponte e da Rodovia do Sol serão reajustados. Medida foi aprovada pelo governo do Estado O governo do Estado autorizou o...

ES Brasil Digital

Continua após publicidade

Fique por dentro

Agências da Caixa não abrem neste sábado

Diferentemente das últimas três semanas, as agências da Caixa Econômica Federal não abrirão neste sábado (26) para saques do auxílio emergencial e do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Economia: pedidos de seguro-desemprego caem 11,6% na 1ª quinzena de setembro

O custo de cada parcela adicional é estimado em R$ 8,35 bilhões, segundo cálculos da equipe econômica obtidos pelo Broadcast

‘Vamos fazer programa de substituição tributária’, diz Guedes

Ricardo Barros (PP-PR), afirmou ainda que não haverá aumento de carga tributária na proposta de reforma que o governo construirá

Conab avalia que Brasil terá segunda maior safra de café em 2020

O 3º Levantamento da Safra 2020 de Café, divulgado hoje (22), em Brasília, pela Companhia Nacional do Abastecimento (Conab), foi estimado em 61,6 milhões...

Vida Capixaba

Doenças tireoidianas no idoso e a associação entre Covid-19 e a tireoide fazem parte de evento científico

De 30 a 31 de outubro ocorrerá o 19º Encontro Brasileiro de Tireoide (EBT), pela primeira vez online, em razão da pandemia da covid-19....

Cirurgia inédita no Estado para tratar tumores de pulmão

O procedimento é inovador! Chamado de lobectomia uniportal por vídeo, o procedimento será realizado no dia 26 de setembro. 

Farol Santa Luzia e Igreja do Rosário são reabertos com novas regras de visitação

A reabertura dos pontos turísticos capixabas acontece aos poucos e na última quarta feira (23) mais dois, localizados em Vila Velha, reabriram para visitação depois de ficarem fechados por meses, em consequência da pandemia do novo Coronavírus.

Difícil controlar o estresse na pandemia?

Na semana em que se comemora o dia Dia Mundial de Combate ao Estresse (23) resultados de estudos comprovam que nos últimos seis meses, devido à pandemia do COVID, a demanda por medicamentos para estresse, depressão e insônia, aumentou.
Continua após publicidade