23.3 C
Vitória
domingo, 21 abril, 2024

Guerra da Ucrânia: Rússia e China apoiam negociações de paz

Os dois lados pedem a paralisação de todos os movimentos que elevem o prolongamento dos combates para evitar que a crise se agrave

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, e o presidente da China, Xi Jinping, assinaram declaração conjunta, publicada nesta terça, 21, pelo Ministério de Relações Exteriores da chinês, durante o segundo dia de visita de Xi a Moscou.

No comunicado, ambos apontam que, para uma resolução da guerra da Ucrânia, as preocupações e segurança de todos os países “devem ser respeitadas”.

- Continua após a publicidade -

“Os dois lados pedem a paralisação de todos os movimentos que levem a tensões e ao prolongamento dos combates para evitar que a crise se agrave ou mesmo saia do controle”, diz o texto. Na declaração, a Rússia “reafirma o compromisso pela retomada das negociações de paz o mais rápido possível”.

Ainda segundo o documento, tanto a Rússia quanto a China se opõem à prática de qualquer nação ou grupo de países “de buscar vantagens nas áreas militar, política e outras em detrimento dos legítimos interesses de segurança de outros países”.

Com informações Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 220

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA