23.3 C
Vitória
sábado, 20 abril, 2024

Governo inicia obras de restauração do Theatro Carlos Gomes

Theatro Carlos Gomes está desativado desde 2017; Investimento será superior a R$ 20 milhões

Por Redação

Na manhã da última quinta-feira (15), o Governo do Estado deu início às obras de restauro e modernização do Theatro Carlos Gomes, localizado no Centro de Vitória e que se encontra fechado desde 2017. O local será transformado em um espaço moderno e confortável, com preservação das características arquitetônicas e históricas.

- Continua após a publicidade -

Durante a cerimônia, que contou com o concerto de um quarteto de cordas formado por músicos da Orquestra Sinfônica do Espírito Santo (Oses), foi apresentada as intervenções a serem realizadas nas instalações civis, cenotécnicas e de acessibilidade, entre outras, além de melhorias estéticas e de uso.

O governador Renato Casagrande (PSB) chamou atenção para o valor histórico e arquitetônico do Theatro Carlos Gomes. O gestor pontuou a memória da programação repleta de eventos culturais que marcaram o imaginário da população, como importantes festivais e apresentações da Oses, entre muitos outros.

“Todos nós já frequentamos o Theatro Carlos Gomes. O espaço está fechado há mais de cinco anos. Quando chegamos ao Governo do Estado em 2019, o teatro já estava fechado. Então nós fizemos todos os levantamentos e realizamos o trabalho necessário para que hoje pudéssemos iniciar essa obra. Queremos movimentar a região do Centro de Vitória, gerando oportunidades para a população que vive aqui. É um local que ficará aberto permanentemente e dará dinamismo para essa região”, pontuou o governador.

A previsão da administração estadual é de que as obras durem cerca de 30 meses. O valor total investido é de R$ 20 milhões – sendo R$ 10 milhões provenientes do BNDES e R$ 10 milhões da EDP.

“Quando chegamos, em 2019, encontramos o teatro em péssimas condições, com suas estruturas degradadas, problemas no sistema elétrico, colocando em risco as equipes e o próprio público. Naquele momento demos início a um processo de restauro profundo, e não apenas mais uma manutenção pontual. Toda a complexidade desse trabalho demandou muito cuidado e, inevitavelmente, tempo para um criterioso levantamento. Em junho de 2020, contratamos o projeto arquitetônico, que ficou pronto no ano seguinte e baliza todo esse trabalho daqui para frente”, destacou o secretário da Cultura, Fabricio Noronha.

Obras

As intervenções serão realizadas por etapas. Elas começarão com a recuperação do telhado para a proteção do monumento. Em seguida, terão início às obras civis e projetos complementares como climatização, novas instalações elétricas, instalação de equipamentos de segurança para prevenção e combate a incêndios e SPDA.

Serão restaurados os elementos arquitetônicos e ornamentais, bem como as pinturas artísticas e os lustres históricos. Esse projeto seguirá o conceito do Instituto Modus Vivendi de preservar ao máximo a originalidade do monumento e a memória afetiva da sociedade em relação a ele.

Estão previstos ainda investimentos em modernos recursos tecnológicos e um confortável e elegante café no foyer, que funcionará diariamente. As instalações receberão também novos camarins, salas administrativas e banheiros acessíveis, além de elevador para acesso a todos os andares do prédio. Outro destaque é o restauro da antiga bilheteria do teatro. Além disso, o projeto inclui o estímulo às visitas guiadas de estudantes e outros públicos.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 220

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA