22.1 C
Vitória
quinta-feira, 18 agosto, 2022

Gás de cozinha tem novo aumento de preço

ESBrasil-gás-de-cozinha
Gás de cozinha. Foto: Reprodução

Petrobras anunciou reajuste de 5,9% do gás de cozinha nas refinarias. Novo preço começa a valer nesta segunda-feira (14)

Por Samantha Dias

Entrou em vigor nesta segunda (14) o novo aumento de 5,9% do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) – o gás de cozinha – anunciado na última semana pela Petrobras. O preço médio de GLP sofreu reajuste de 5,9% nas distribuidoras, passando para R$ 3,40 por quilograma (kg), o que representa aumento médio de R$ 0,19 por kg.

O novo preço médio para o botijão 13 kg passa a ser de R$ 44,20 nas refinarias. Ao valor, porém, é adicionada a fatia da distribuição e revenda (35,6%) e impostos estaduais (ICMS), de cerca de 14%, depois de o governo ter zerado os impostos federais (PIS/Cofins) que representavam menos de 1% do preço na refinaria.

De acordo com pesquisa da Agência Nacional do Petróleo (ANP), entre os dias 6 e 12 de junho, ou seja, antes do reajuste que começa a valer hoje, o preço médio do gás de cozinha no Espírito Santo foi de R$82,91, sendo que o maior preço encontrado no estado foi de R$98,00.

Em maio, o preço do gás de cozinha já tinha subido 1,24%, em média, em todo o Brasil, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Já o gás encanado teve aumento de 4,58%.

O economista Marcelo Loyola Fraga explicou que o aumento do gás e cozinha segue a tendência de alta do preço do petróleo e da variação do dólar. “A botija de gás custando quase 10% do salário mínimo, não deveria ser assim. É um item básico e determinante para as famílias de baixa renda, principalmente”.

Para o economista, a inflação alta vai disparar ainda mais se o governo federal não fizer nada. “É um aumento atrás do outro de itens básicos, como carne, frango, gás de cozinha, energia. O governo precisa de uma política econômica definida”.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade