Evento debaterá gestão integrada de resíduos sólidos

Seminu00e1rio nacional de Gestu00e3o Integrada de Resu00edduos Su00f3lidos

Seminu00e1rio nacional de Gestu00e3o Integrada de Resu00edduos Su00f3lidosCom o objetivo de debater sobre a situação dos resíduos sólidos no Espírito Santo em consonância com o panorama nacional e internacional, será realizado nos dias 4 e 5 de agosto, no Hotel Golden Tulip, em Vitória, o VII Seminário Nacional e VI Workshop Estadual de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos.

O evento é uma realização do Instituto de Desenvolvimento Integrado para Ações Socioambientais (Instituto Ideias), com a parceria do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Espírito Santo (Sebrae-ES) e do Instituto Estadual de Meio Ambiente (Iema).

No total, serão 15 painéis que destacarão decretos regulamentadores, resoluções do Conselho Nacional de Meio Ambiente (Conama) e a Política Nacional de Resíduos Sólidos, a fim de alinhar as ações estaduais às nacionais. Por meio das discussões, serão expostas soluções para a questão dos resíduos e apresentadas novas tecnologias, metodologias e formas de tratamento para o aperfeiçoamento das técnicas capixabas.

Já confirmaram participação o secretário de Recursos Hídricos e Ambiente Urbano do Ministério do Meio Ambiente (MMA), Silvano Silvério; o diretor da Associação Brasileira da Indústria de Eletro-eletrônicos (Aninee), André Luiz Saraiva; e o diretor da Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe), Carlos Roberto Vieira da Silva.

Segundo a presidente do Instituto Ideias, Tereza Romero, o Espírito Santo é referência no cenário nacional em gestão de resíduos sólidos. “Já temos instituídas várias ações que nos colocam em destaque com relação a outros estados, como o Comitê Gestor de Resíduos Sólidos, o Programa Capixaba de Materiais Reaproveitáveis, além da própria Política Estadual de Resíduos Sólidos”, afirma.

Ela acrescenta que o principal objetivo das ações capixabas é transformar os problemas relacionados ao manejo inadequado dos resíduos em oportunidades de negócios a partir do reaproveitamento, da reciclagem e da redução dos resíduos gerados pelas atividades produtivas. “Para isso, estruturamos o comitê gestor, composto hoje por 72 representantes de instituições públicas e privadas e também criamos uma rede de discussão que atualmente possui cerca de 400 participantes, a Rede Capixaba de Resíduos Sólidos”, conclui.

As inscrições para o seminário e o workshop podem ser realizadas pelo site.

Estrangeiros virão conhecer ações capixabas e apresentar iniciativas de sucesso em seus países

O VII Seminário Nacional e VI Workshop Estadual de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos também contará com participação estrangeira. O adido científico da Embaixada Italiana no País, Roberto Spandre, virá ao Estado exclusivamente para conhecer os projetos capixabas na área de saneamento e de reaproveitamento de resíduos sólidos durante o evento.

Quem também já confirmou participação foram os profissionais da empresa italiana Ecomacchine. Eles apresentarão tecnologias de gaseificação que transformam rejeitos orgânicos em uma mistura de gás combustível capaz de gerar energia. Entre as vantagens da técnica estão a capacidade de processamento do lixo urbano, a redução de poluentes e de doenças e a geração de uma energia alternativa.

Da França, virá o presidente da empresa Briane Environnement, Gerard Briane, para apresentar as novidades do aproveitamento de vidros no país europeu. A Briane Environnement é referência na coleta, tratamento, recuperação e reciclagem do vidro, atuando há mais de 55 anos na França e com negócios no comércio internacional.

Outro convidado internacional será o administrador da Empresa Geral de Fomento (EGF) de Portugal, Carlos Martins, que, na ocasião, apresentará o bem-sucedido sistema de gestão de resíduos daquele país.