23.8 C
Vitória
quarta-feira, 22 maio, 2024

Na estreia do Torneio de Dubai, Andy Murray vence Shapovalov

Com a vitória, o britânico se tornou o quinto tenista na história a alcançar a marca de 500 vitórias em uma quadra dura

Andy Murray vem desfrutando as últimas semanas da carreira de tênis profissional, como reiterou nesta segunda-feira. E continua escrevendo seu nome na história. Ao ganhar do canadense Denis Shapovalov, de virada, na estreia do Torneio de Dubai, o britânico se tornou o quinto tenista na história a alcançar a marca de 500 vitórias em uma quadra dura.

O britânico entra para um seleto grupo de tenistas que conseguiram o feito. O suíço Roger Federer é o principal, com 783 vitórias, seguido pelo sérvio Novak Djokovic, com 700. O americano Andre Agassi ganhou em quadras duras 592 vezes, enquanto o espanhol Rafael Nadal soma 518 triunfos. Murray é o mais novo integrante.

- Continua após a publicidade -

Para conquistar o feito, precisou lutar muito diante de Shapovalov. Murray perdeu o primeiro set por 6 a 4, mas não desistiu e buscou a igualdade ganhando o segundo set no tie-break, por 7/6 (7/5). No set decisivo, foi melhor e fechou em 6/3 após bola para fora do adversário.

O britânico, mesmo desgastado da batalha, ainda deu um pique à rede para cumprimentar o canadense e o árbitro de cadeira. Com punho direito cerrado, vibrou muito na quadra e agradeceu ao público, que o ovacionou. Aplaudiu os torcedores e celebrou a marca.

“Não é ruim”, disse um radiante Murray sobre a conquista na entrevista de quadra. “Obviamente, a quadra dura tem sido uma ótima superfície para mim ao longo dos anos e 500 partidas são muitas partidas, então estou muito orgulhoso disso. Não há muitos jogadores que tenham feito isso, é ótimo chegar a 500 antes de aposentar”, completou.

A busca pela terceira vitória no ano será na quarta-feira, ainda sem adversário definido. O rival das oitavas sai apenas nesta terça, em duelo entre os franceses Ugo Humbert (18º do mundo e cabeça 5) e Gael Monfils (54º).

Além de Murray, nomes de peso também estrearam bem em Dubai. Segundo cabeça de chave, o russo Andrey Rublev fez 6/7 (4/7), 6/2 e 6/4 sobre o chinês Zhang Zhizhen, enquanto o terceiro favorito, o polonês Hubert Hurkacz, também precisou de três sets, todos decididos no tie-break, diante do alemão Jan-Lennard Struff: 7/6 (7/5), 6/7 (4/7) e 7/6 (8/6).

Dos favoritos, apenas o cabeça 6, o francês Adrian Mannarino, caiu. Ele levou a pior diante do holandês Botic van de Zadschulp, com 7/6 (7/3) e 7/5. Nesta terça-feira, o principal favorito, o russo Daniil Medvedev mede forças com Alexander Schevchenko, do Casaquistão. Com informações Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 221

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA