21 C
Vitória
quinta-feira, 23 maio, 2024

Estado registra 2º menor número de homicídios em 27 anos

Dados do Observatório da Segurança Pública revelam ainda queda nas mortes de mulheres e na quantidade de latrocínios no Estado

O Espírito Santo fechou o primeiro bimestre de 2023 com o segundo menor número de assassinatos da série histórica, com contagem iniciada em 1996. No total, foram 181 homicídios dolosos, quantidade maior apenas que o mesmo período do ano passado, quando 165 casos ocorreram. O Estado ainda registra queda no número de mortes violentas de mulheres e nos latrocínios, que são os roubos em que as vítimas são assassinadas.

No mês de fevereiro, os dados apontam 85 assassinatos, também o segundo melhor resultado da série histórica, ficando atrás apenas de 2022, que registrou 69 homicídios. No primeiro bimestre do ano foram registradas 16 mortes violentas com vítimas do sexo feminino contra 21 casos no mesmo período de 2022. Uma redução de 23,8%.

- Continua após a publicidade -

Em relação aos latrocínios, a queda é de 73%, sendo três mortes em assaltos em janeiro e fevereiro de 2023, contra 11 no mesmo período de 2022. O secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, coronel Alexandre Ramalho, destacou alguns fatores em relação aos dados apresentados.

“Temos aumento em relação ao primeiro bimestre do ano passado, mas comparando com todos os anos da série histórica, temos redução, inclusive, contra 2019, que foi o ano com menos homicídios desse período, desde 1996. Estamos abaixo. Tivemos um fevereiro muito difícil esse ano, com Carnaval, grandes eventos, que nos criam desafios em relação ao efetivo, mas conseguimos dar a resposta da maneira adequada. Agradeço muito aos nossos policiais pela dedicação e entrega. Já temos um planejamento e vamos buscar, a cada dia, a preservação de vidas no Espírito Santo”, afirmou Ramalho.

O secretário de Estado de Economia e Planejamento e coordenador do Programa Estado Presente em Defesa da Vida, Álvaro Duboc, destacou a resposta à altura das forças policiais, diante dos desafios impostos.

“Voltamos a registrar, neste ano, grandes eventos e aglomerações de pessoas no primeiro bimestre, com a retomada do carnaval, por exemplo, além da movimentação no litoral, por conta das férias de janeiro. Mas os resultados estatísticos do período, ainda assim, demonstram que as políticas públicas que integram o nosso Programa Estado Presente têm surtido efeitos positivos e que as nossas forças policiais estão respondendo à altura dos desafios colocados”, destacou Duboc.

O número de feminicídios no Espírito Santo apresenta igualdade em relação a 2022, com cinco casos em cada ano. Atualmente, 34 municípios do Estado não apresentam registros de assassinatos.

Com informações da Assessoria de Imprensa da Sesp.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 221

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA