23.9 C
Vitória
quarta-feira, 19 junho, 2024

Retrospectiva 2022 – Esporte: Atletas capixabas conquistam pódios mundiais

Competidores confirmam a tradição do Estado como celeiro de campeões; Projetos de investimento nos atletas somam quase R$ 2 milhões

A soma de recursos com gestão de resultados está dando certo no esporte capixaba. Atletas de jiu-jítsu, kung fu, basquete, kickboxing e vôlei de praia conquistaram pódios internacionais neste ano.

Os estudantes também fizeram bonito. O Espírito Santo encerrou sua participação nos Jogos Escolares Brasileiros (Jebs) com 43 medalhas, sendo 11 de ouro, 13 de prata e 19 de bronze. E na Regional das Paralimpíadas Escolares, na disputa com sete estados, foram 123 medalhas para os capixabas – 75 de ouro, 32 de prata e 16 de bronze.

- Continua após a publicidade -

“A partir de um diagnóstico das condições estruturais e pessoais, elaboramos ações para alcançar melhorias significativas”, aponta o secretário estadual de Esporte e Lazer, Júnior Abreu. Ele garante que o Esporte faz parte das prioridades do Governo do Estado, por ser uma grande ferramenta de inclusão social e transformação, que se conecta com a educação, a segurança e a saúde. “E isso diante do desafio de não ter um percentual do orçamento determinado por lei, como vemos na educação e na saúde”, enfatiza.

Segundo ele, todas as ações foram tomadas após intenso diálogo com associações, federações e atletas. “O Espírito Santo faz hoje o maior investimento per capita em esporte da história do Estado.”

O programa “Campeões de Futuro”, por exemplo, oferece esporte gratuito para crianças e adolescentes, com idade entre 6 e 17 anos, em 26 modalidades, individuais e coletivas. Em 2022, a Secretaria de Esportes e Lazer (Sesport) entregou materiais esportivos para mais de 55 municípios, incluindo bola, rede, apito, cronômetro, quimono, tatame, maça, fita, berimbau, entre muitos outros equipamentos. Um investimento avaliado em R$ 6,5 milhões que beneficiou, aproximadamente, 15 mil alunos.

Já o “Bolsa Atleta” concede auxílio financeiro conforme a categoria do competidor. São 12 parcelas nos valores de R$ 500 (estudantil), R$ 1.500 (nacional), R$ 2 mil (internacional) e R$ 4 mil (olímpico).

No edital de 2019, foram contemplados 122 esportistas de alto rendimento. No ciclo que entra em vigência agora em dezembro, serão 170 atletas beneficiados, recorde na história do programa. O investimento total nos últimos três anos foi de R$ 4,2 milhões; somente para o próximo ciclo, serão R$ 2,3 milhões.

Retomada

O programa “Compete Esportivo” disponibilizou mais de 1,5 mil passagens aéreas nos últimos dois anos para atletas e paratletas em competições nacionais e internacionais. A previsão da Sesport para o novo ciclo é de um investimento de cerca de R$ 1,5 milhão.

Retrospectiva 2022 - Esporte: Atletas capixabas conquistam pódios mundiais
Programa “Compete Esportivo” dispôs mais de 1,5 mil passagens aéreas para atletas e paratletas em competições nacionais e internacionais – Foto: Helio Filho

“O Compete Esportivo nos levou a ampliar o Bolsa Atleta, em consequência dos excelentes resultados que nossos atletas conquistaram nas competições nacionais e internacionais”, sublinha Júnior Abreu.

Na avaliação do secretário, a Lei de Incentivo ao Esporte Capixaba (Liec) “é o maior legado de 2022”. Três projetos já foram realizados e outros três estão em execução, somando quase R$ 2 milhões em investimentos. Ao todo, são 48 projetos já aprovados pela Comissão da Sesport.

O primeiro evento foi a Maratona de Vitória, com quase 2,5 mil corredores. “A lei é uma forma fantástica de apoio ao esporte capixaba. As empresas precisam conhecê-la para participarem mais”, celebra o organizador do evento, Newton Gomes, relatando que os patrocinadores da maratona ficaram bastante satisfeitos com o retorno.

Júnior Abreu acrescenta: “O governador já autorizou a ampliação para R$ 15 milhões em 2023”.

Futebol capixaba

Ainda bem distante da elite do futebol nacional, a Série A1 do Campeonato Capixaba de Futebol de 2022 (Capixabão Banestes) foi disputada por 10 clubes, sendo oito participantes do Capixabão de 2021 e o campeão e o vice da Série B de 2021 – Nova Venécia e CTE Colatina, respectivamente.

O Real Noroeste foi o vencedor da competição, após levar a melhor sobre o Vitória-ES na decisão disputada em dois jogos. Já o CTE Colatina e Rio Branco VN foram rebaixados para a Série B do Estadual de 2023.

Pombo na Copa

Aos 25 anos, o capixaba Richarlison foi um dos 26 convocados pelo técnico Tite para o Mundial do Catar, que teve início no dia 20 de novembro. E ele começou em grande estilo, marcando os dois primeiros gols brasucas na competição, contra a Sérvia. O Pombo, como é carinhosamente chamado, foi o quarto capixaba a disputar uma Copa com a Seleção Brasileira de futebol. O jogador passa a integrar o seleto grupo formado por Fontana (México/1970), Carlos Germano (França/1998) e Maxwell (Brasil/2014).

Retrospectiva 2022 - Esporte: Atletas capixabas conquistam pódios mundiais
Morre o maior ídolo do futebol brasileiro – Foto: Divulgação

No ano passado, o atacante participou da equipe sub-23 nas Olimpíadas de Tóquio. E, vestindo a camisa 10, foi o artilheiro da competição com cinco gols, trazendo o
ouro para casa.

Rei Pelé: Brasil se despede do maior ídolo do futebol
O ano foi encerrado com o descanso da majestade do futebol. Edson Arantes do Nascimento, o Rei Pelé, morreu aos 82 anos por complicações causadas por um câncer. Ele estreou no Santos com 15 anos e marcou, no dia 7 de setembro de 1956, o primeiro de seus 1.283 gols na carreira, em que se consagrou Tricampeão da Copa do Mundo pela Seleção Brasileira.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 221

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA