20.9 C
Vitória
quarta-feira, 19 junho, 2024

Investimento de R$ 70 milhões em usina de biometano em Vila Velha

Grupo paulistano planeja investir na instalação da usina que terá capacidade de produção de 30 mil metros cúbicos de gás por dia

Por Redação

O Grupo Lara – que atua no gerenciamento e transformação de resíduos em desenvolvimento, energia e sustentabilidade – planeja investir na instalação de uma usina de biometano em Vila Velha, com capacidade de produção de 30 mil metros cúbicos de gás por dia. O objetivo do projeto é suprir as demandas operacionais da empresa ES Gás no Estado.

- Continua após a publicidade -

O anúncio do investimento foi feito pelo governador do Estado, Renato Casagrande, durante o evento “Brazilian Regional Markets”, realizado em São Paulo (SP).

Originário de São Paulo, o Grupo Lara desempenha um papel fundamental na gestão de resíduos em Vila Velha. Segundo informações divulgadas pela empresa, que administra a destinação final de resíduos, este será um dos três projetos de usinas de biometano programados para atender à empresa de gás do Espírito Santo. Esse gás será obtido a partir da decomposição de resíduos orgânicos, portanto, também é considerado como energia renovável.

Embora o valor do investimento não tenha sido divulgado, estima-se que a instalação da usina vai custar entre R$ 60 milhões e R$ 70 milhões. A iniciativa visa transformar resíduos orgânicos em biometano, uma fonte de energia renovável.

Em resposta ao anúncio sobre o novo projeto de energia sustentável no município, o prefeito de Vila Velha, Arnaldinho Borgo, expressou confiança no potencial transformador desse tipo de empreendimento para a cidade.

“Estamos comprometidos em tornar Vila Velha um centro de inovação e sustentabilidade. Esses investimentos não apenas fortalecem nossa economia, como também contribuem para a proteção do meio ambiente, promovendo um futuro mais verde e mais próspero para nossa cidade”.

Para o secretário de Desenvolvimento Econômico de Vila Velha, Everaldo Colodetti, este projeto tem papel estratégico para a atração de novos negócios e a geração de mais empregos no município.

“Investimentos em energia limpa e saneamento modernizam nossa infraestrutura e também geram oportunidades para o crescimento econômico sustentável. Estamos comprometidos em colaborar com o setor privado e com as instituições governamentais, para juntos impulsionarmos o desenvolvimento sustentável de Vila Velha.”

Colaboração

Durante o evento Brazilian Regional Markets, na capital paulistana, o governador Renato Casagrande aproveitou a oportunidade para destacar as perspectivas econômicas do Espírito Santo, com foco especial nos investimentos sustentáveis e na importância da colaboração entre o governo e o setor privado, para assegurar o alcance das metas de descarbonização e universalização do saneamento no Estado.

“Estamos construindo uma parceria sólida com o setor privado. Temos Parcerias Público-Privadas (PPPs) operacionais para o setor de saneamento e estamos avançando em projetos como a usina de dessalinização, concessões para reuso de água e a concessão de seis parques estaduais, entre outros”, ressaltou o governador.

O presidente da Cesan, Munir Abud, reiterou os investimentos já anunciados pela companhia – que somam R$ 20 bilhões –, visando garantir segurança hídrica para as empresas e moradores de Vila Velha, a partir da universalização do abastecimento de água e do tratamento de esgoto na cidade.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 221

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA