Caged: ES criou mais de 19,5 mil vagas de emprego em 2019

ES Brasil_caged_emprego_economia
Setor de serviços impulsionou a oferta de empregos no ES. - Foto: Agência Brasil

Setor de serviços foi o que mais contratou durante todo o ano, mais de 136 mil admissões

No acumulado do ano de 2019, foi registrado a criação de 19.537 vagas formais de empregos no Espírito Santo (ES), de acordo com o relatório do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Entre os setores que puxaram esse índice estão: serviços, comércio e construção civil.

Segundo dados divulgados hoje (24), mostram que mesmo com a evolução das ofertas de emprego, os dados apurados no mês de dezembro apontam que o número de demissões (25.903) foi maior do que o de contratações (22.057), uma retração de 0,52%.

Entre os oito setores da economia, o destaque é para o setor de serviços, onde empregou 136.636 trabalhadores e demitiu 125.618, alcançando o saldo de 11.018. Seguidos de comércio com 4.661 novas vagas e construção civil, com 1.491 novos postos de trabalho.

Apenas a administração pública teve o número de demissões maior que o de contratações, 686 admissões, contra 804 exonerações.

Municípios

Em 2019, o município que mais gerou novos postos de emprego foi Vila Velha, na região metropolitana, com 3.856. Porém no mês de dezembro, as ofertas de emprego foram menores do que os desligamentos, 4.009 contra 4.445, respectivamente.

Contudo, o município canela verde vem seguido da capital, Vitória, com 3.750, e Cariacica, com 1.829 novos postos.

Entre as cidades que apresentaram retração na oferta de novas vagas, está o Aracruz, com -1.546. Durante 2019, houveram 20.556 contratações e 22.106 desligamentos.

Leia Também