24.4 C
Vitória
sábado, 18 maio, 2024

Dia dos Namorados: movimentação de R$ 49 milhões no ES

Instituições do setor empresarial destacam condições de consumo menos favoráveis para o Dia dos Namorados de 2023

Por Amanda Amaral 

O Dia dos Namorados deve movimentar R$ 49 milhões em vendas no comércio do Espírito Santo, porém, o valor representará um recuo real de 5% no faturamento em relação a 2022. As informações são da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Espírito Santo (Fecomércio-ES), que integra a Confederação Nacional do Comércio (CNC).

- Continua após a publicidade -

A chegada dessa data comemorativa é mais uma oportunidade para impulsionar as vendas e alcançar as metas de fechamento do primeiro trimestre, de acordo com a Fecomércio-ES, contudo, a entidade ressalta que, em 2023, as condições de consumo são menos favoráveis em relação ao mesmo período do ano passado, o que deve frear avanços mais significativos dos resultados.

O recuo no Espírito Santo segue a tendência do Brasil. Em todo o país, foi estimada uma queda real de 2,2% em relação ao ano passado e a data deverá movimentar R$ 2,54 bilhões em vendas, segundo a Confederação Nacional de Bens, Serviços e Turismo.

Com expectativas mais baixas de crescimento nas vendas, os estabelecimentos comerciais neste ano deverão trabalhar com o quadro de funcionários já existente, informou a Fecomércio-ES. Ainda assim, pela análise da entidade, as vendas serão mais movimentadas no Dia dos Namorados, pois dificilmente as pessoas deixam de presentear em datas especiais.

Bares e restaurantes 

Para Rodrigo Vervloet, presidente da seccional capixaba da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) e do Sindicato dos Restaurantes, Bares e Similares do Espírito Santo (Sindbares), o Dia dos namorados é uma data especial e movimenta bastante o setor, mesmo quando cai em uma segunda-feira.

“Muitos estabelecimentos vão abrir, mesmo cainda na segunda, o movimento vai refletir em toda a semana, desde as comemorações no final de semana anterior até o dia seguinte. O movimento do Dia dos Namorados aumenta muito o faturamento dos restaurnates, mas é dicil ter um padrão, porque varia muito com relação ao dia da semana em que ele cai a cada ano, quando cai na quinta, o faturamento é muito maior do que em uma segunda-feira”, avalia. 

Valor dos presentes

Com relação ao valor dos presentes, os capixabas devem desembolsar o valor médio de R$ 250 para comprar presentes, segundo a Fecomércio-ES. A estimativa se aproxima da expectativa da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), que estimou média de R$ 230 para cada mimo dos apaixonados.

Segundo o presidente da CDL de Vitória, Rogério Abranches Alcântara, a data é considerada a terceira mais importante do ano, ficando atrás apenas do Natal e do Dia das Mães. “O Dia dos Namorados fecha o primeiro semestre do ano movimentando todo tipo de comércio e abrangendo um público composto por pessoas de todas as idades, agitando o comércio em geral e setor de serviços”, destacou.

Pix e cartão de débito

Em todo o Brasil, segundo pesquisa realizada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), 61% dos consumidores, o que corresponde a 99,7 milhões de pessoas, devem presentear no Dia dos Namorados, movimentando R$ 23,17 bilhões no comércio, um aumento de 7,6 milhões em comparação com o ano passado.

“A pesquisa aponta um crescimento no número de consumidores que deverão ir às compras no Dia dos Namorados este ano. Essa data é de grande importância para o comércio”, ressaltou o presidente da CNDL, José César da Costa.

Entre os que pretendem presentear, os esposos ou as esposas aparecem em primeiro lugar (66%), enquanto 31% pretendem presentear os namorados. A principal forma de pagamento será à vista, com destaque para o PIX, cartão de débito e cartão de crédito à vista, respectivamente. Aparecem ainda na lista de principais presentes: calçados, um jantar, bombons e chocolates.

Dia dos namorados
O presidente da CDL de Vitória, Rogério Alcântara, fala da influência do preço e qualidade na escolha do consumidor. Foto: Divulgação/CDL

Serviços e lojas físicas

Quanto às comemorações, 38% pretendem comemorar a data na própria casa, 28% preferem jantar fora e 9% em um hotel / motel. E sete em cada dez dos consumidores pretendem ainda comprar algum produto ou serviço para se preparar para o Dia dos Namorados, principalmente roupas, perfumes, cosméticos e maquiagem, lingeries e peças íntimas, calçados e tratamento estético. A pesquisa aponta ainda que 57% dos consumidores pretendem comprar a maioria dos presentes em lojas físicas, sobretudo em shoppings centers. Por outro lado, 36% farão as compras pela internet, em lojas online.

“Na hora de escolher o local de compra, a maioria é influenciada pelo preço e pela qualidade dos produtos, apontou a pesquisa. Depois vêm as promoções e descontos e o frete grátis”, comentou Alcântara.

A especialista em finanças da CNDL, Merula Borges, orientou que, como o país passa por um período de recorde no endividamento dos consumidores, “é preciso, acima de tudo, ter disciplina para conter os gastos e usar a criatividade para comemorar a data”.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 221

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA