Tailândia homenageia meninos presos em caverna e mergulhador com museu

Foto: Reprodução Web

Obra deve demorar cinco meses para ficar pronta e homenageará mergulhador que morreu na operação

O governo da Tailândia começou a construção de um museu que será dedicado aos 12 meninos e do treinador presos que ficaram presos por mais de duas semanas em uma caverna no norte do país.

De acordo com o Jornal Bangcoc Post, o artista tailandês Chalermchai Kositpipat financiou os 10 milhões de bat (US$ 300 mil) para a construção do museu. Ele está sendo construído na província de Chiang Mai.

“Este local será muito benéfico para nosso país, pois celebrará a cooperação multinacional e o herói que sacrificou sua vida. Turistas de todo o mundo visitarão este local”, disse Chalermchai.

Nesta quarta-feira (1º), uma cerimônia religiosa marcou o início das obras, que contou com a presença de artistas e funcionários de agências ligadas ao governo. Além de lembrar dos meninos presos na caverna, o museu também prestará homenagem ao ex-membro da Marinha tailandesa, Samarn Kunan, que morreu durante o resgate.

Segundo as agências de notícias EFE e Reuters, a expectativa é de que as obras do Museu vão demorar cinco meses para ficar prontas.

*Com informações das Agências EFE e Reuters


Leia mais:
Conteúdo Publicitário