27.6 C
Vitória
terça-feira, 2 março, 2021

Concessão da Codesa: o que muda!

A Federação das Indústrias do Espírito Santo promoveu uma audiência para esclarecer o setor produtivo sobre o processo de desestatização da Codesa, a Companhia Docas do ES

Por Leulittanna Eller Inoch 

A consulta pública para a concessão foi aberta dia 28 de dezembro, pelo governo federal, e vai até 10 de fevereiro.

O processo prevê investimentos obrigatórios de R$ 1,6 bilhão ao longo dos 35 anos de contrato, sendo R$ 772 milhões destinados à dragagem de manutenção no Porto de Vitória e de Barra do Riacho e mais R$ 290 milhões para melhorias nos acessos terrestres aos portos.

A audiência, realizada de forma presencial e online, foi organizada pelo Coinfra, o Conselho de Infraestrutura da Findes, e contou com a participação da presidente da Federação, Cris Samorini, o secretário estadual de Governo, Tyago Hoffmann, os secretários de Estado de Desenvolvimento, Marcos Kneip, e de Cultura, Fabricio Noronha, o secretário nacional de Portos, Diogo Piloni, o presidente da Codesa, Julio Castiglioni, e o superintendente de Estruturação de Parcerias e Investimentos do BNDES, Cleverson Aroeira.

Representando a Findes, também participaram o presidente do Coinfra, Gustavo Barbosa, o especialista do Coinfra Romeu Rodrigues, o diretor de Defesa de Interesses, Luis Claudio Montenegro, e o chefe de Gabinete da Presidência da Findes, Leonardo de Paula.

Fluxo de cargas deve dobrar

A presidente da Findes, Cris Samorini, destacou o aumento na movimentação de cargas:
“O modelo de concessão desenvolvido pelo BNDES prevê investimentos obrigatórios de R$ 1,6 bilhão ao longo de 35 anos, e o fluxo de cargas no Porto de Vitória poderá dobrar, superando 13 milhões de toneladas ao longo desse período. O Espírito Santo mais uma vez sai na frente, sendo protagonista no primeiro processo de desestatização de portos no país”, disse Cris Samorini.

O secretário Tyago Hoffmann elogiou o processo: “A Findes promoveu um debate muito importante. O governo estadual apoia fortemente essa iniciativa, que fortalece a vocação do Estado para o comércio exterior”.

O presidente da Codesa pontuou: “A história do empreendedorismo capixaba se confunde com a história do Porto de Vitória. Não é possível fazer um processo como esse sem diálogo com quem produz. Encontramos na Findes o canal ideal para promover esse diálogo”.

O secretário nacional de Portos, Diogo Piloni, ressaltou que o debate é técnico, não ideológico: “Não é uma discussão sobre ser de esquerda ou de direita. Não buscamos uma linha de atuação política, buscamos uma solução técnica. E a gestão privada tem mais flexibilidade e agilidade na tomada de decisões. É muito importante trazer a iniciativa privada para assegurar investimentos e agilidade na gestão”.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Condições de financiamento não serão restringidas prematuramente, diz BCE

A dirigente frisou a importância de fornecer apoio a pequenos negócios em meio à crise gerada pela pandemia de covid-19 Por Iander Porcella (AE) A presidente...

Com mudanças no Bradesco, áreas do Next são fatiadas

As novas áreas se somam às que já estavam sob seu escopo e que incluem relações com investidores, e corretoras, incluindo a Ágora, e...

Economia confirma saída de Amaro Gomes e entrada de Ricardo Faria

A pasta disse que a saída de Gomes foi "decisão de cunho pessoal" para assumir "novos desafios no setor privado".

Banco Central aprova indicação de novo presidente do Bandes

Munir Abud assume o Bandes com o objetivo de ampliar e atualizar os produtos e serviços oferecidos para as empresas de todos os portes do Espírito Santo

Caixa lança cartão Elo Diners Club com benefícios e pontuação

  A empresa oferece isenção na primeira anuidade para os clientes que contratarem o serviço nos três primeiros meses do lançamento Por Luísa Laval (AE) A Caixa...

Lira diz que PEC não é salvo-conduto para parlamentares cometerem crimes

O Congresso erra quando não se posiciona e não esclarece os fatos Por Thiago Faria, Elizabeth Lopes e Sofia Aguiar (AE) O presidente da Câmara dos...

ES Brasil Digital

ESBrasil-185
Continua após publicidade

Fique por dentro

Mais R$ 100 milhões para linha de capital de giro emergencial

A linha de crédito tem taxas a partir de 0,32% ao mês + CDI, sendo a taxa máxima de até 0,64% ao mês + CDI.

Condições de financiamento não serão restringidas prematuramente, diz BCE

A dirigente frisou a importância de fornecer apoio a pequenos negócios em meio à crise gerada pela pandemia de covid-19 Por Iander Porcella (AE) A presidente...

Com mudanças no Bradesco, áreas do Next são fatiadas

As novas áreas se somam às que já estavam sob seu escopo e que incluem relações com investidores, e corretoras, incluindo a Ágora, e...

Gasolina e diesel mais caros nas refinarias a partir desta terça-feira (1º)

O valor acumulado de aumento registrado em 2021 nas refinarias chega a 42% na gasolina e a 34% no diesel.

Vida Capixaba

Veja 8 passos para comprar a casa própria

A principal orientação é reduzir gastos e poupar um valor predeterminado todos os mese

Digitalização no mercado automotivo impacta a experiência do motorista

O Coronavírus provocou uma mudança sem precedente, obrigando diferentes setores a adotarem soluções digitais rapidamente

Continuidade no home office acende alerta para má alimentação

Nutricionista sugere que quem estiver trabalhando em casa pode tirar um dia para preparar pratos para a semana

Casa de praia, campo e cidade: que revestimento escolher?

Assim como roupas são capazes de expressar o estilo de cada pessoa, um revestimento é responsável por indicar o mood do lar
Continua após publicidade