28.9 C
Vitória
segunda-feira, 24 junho, 2024

Casagrande promete rigor contra ataques às escolas no ES

Governador se pronunciou após mensagens de supostos ataques circularem em aplicativos de mensagens;

Por Redação

Após a circulação de mensagens de um suposto ataque às escolas entre o fim de domingo e a manhã desta segunda-feira (10), o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), usou as redes sociais para se manifestar sobre o assunto. O gestor prometeu rigor na apuração das informações sobre supostos ataques às instituições de ensino capixabas, além da apresentação de um Plano de Segurança Escolar ainda neste mês.

- Continua após a publicidade -

As falas de Casagrande sucedem uma onda de boatos sobre uma suposta ameaça ocorrida nas dependências do campus de Goiabeiras, da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), e mensagens que circularam no Whatsapp que indicavam um massacre em unidades de ensino.

Casagrande promete rigor contra ataques às escolas no ES
Renato Casagrande usou as redes sociais para se manifestar sobre o assunto

Em publicação no Twitter, Casagrande destacou o trabalho realizado pelas equipes de inteligência estadual na identificação dos responsáveis pelo encaminhamento de informações com a finalidade de aterrorizar a população capixaba.

“Nossas equipes de inteligência estão apurando com rigor informações falsas e seus autores sobre ameaças de ataques a escolas. Qualquer tentativa de aterrorizar nosso sistema escolar será combatida. É importante não compartilhar mensagens sem verificação. Denuncie pelo 181.” publicou Casagrande.

Em resposta à publicação, o governador ainda prometeu a apresentação de um Plano de Segurança Escolas ainda no mês de abril diante da escalada da violência em instituições de ensino em todo o Brasil.

“No próximo dia 27 apresentaremos para a população capixaba um Plano de Segurança Escolar com objetivo de ampliar a segurança no ambiente educacional.” concluiu o gestor.

Casagrande promete rigor contra ataques às escolas no ES
Secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social (Sesp), coronel Alexandre Ramalho, reforçou as atuações dos serviços de inteligência. Foto: Divulgação/SESP

Na tarde de hoje, o secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social (Sesp), coronel Alexandre Ramalho, reforçou as atuações dos serviços de inteligência para o rastreamento do IP do responsável pelo disparo das mensagens em massa. O número serve como uma identificação do aparelho do autor.

“Somos solidários à preocupação das famílias, mas existem muitas pessoas interessadas em causar pânico. Estamos atrás dessas pessoas para identificá-las, prendê-las e parar com essa disseminação”, destacou o secretário.

Ramalho ainda chamou a atenção para o fato de que, em ataques que se concretizaram, não terem acontecido anúncios, como no suposto caso anunciado para esta segunda-feira.

“Pelo histórico de massacres, os autores não disseminam mensagens dizendo o que vão fazer. Nunca houve essa massiva divulgação. As mesmas imagens já foram usadas em outros estados. Uma das mensagens ainda cita uma escola nossa que já foi demolida.” enfatizou 

Os últimos meses foram marcados por momentos de violências em instituições estudantis em todo o território nacional, levantando o tema da segurança nas escolas.

No Espírito Santo, em novembro do último ano, um adolescente de 16 anos invadiu duas escolas com armas e foi responsável pela morte de quatro pessoas. No último mês, em São Paulo, um aluno de 13 anos foi o responsável por esfaquear até a morte a professora Elisabete Tenreiro, de 71 anos. Em Blumenau (SC), também em março, quatro crianças foram mortas numa creche por um homem de 25 anos. As vítimas são três meninos e uma menina, de 4 a 7 anos.

O debate da segurança em ambientes escolares levaram a Assembleia Legislativa do Espírito Santo (ALES) a aprovar o PL que prevê a instalação de câmeras de monitoramento em unidades de ensino da rede pública estadual. A medida aguarda a sanção ou veto do Executivo.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 221

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA