29.9 C
Vitória
quinta-feira, 27 janeiro, 2022

Capixabas em condição de pobreza

Segundo estudo do IJSN, o Espírito Santo registra o equivalente a quase 23% da população vivendo em condição de pobreza e 14,3%, em condição de extrema pobreza

Um estudo sobre o Perfil da Pobreza no Espírito Santo, publicado pelo IJSN (2019), mostra dados preocupantes. Segundo a pesquisa, o Estado possui cerca de 919 mil pessoas vivendo com menos de R$ 425,22 mensais e cerca de 575 mil pessoas, com menos de R$ 146,90. Esses valores representam a linha de corte que define a pobreza e a extrema pobreza, de acordo com o Banco Mundial. Assim, o Espírito Santo registra o equivalente a quase 23% da população vivendo em condição de pobreza e 14,3%, em condição de extrema pobreza.

“Na ausência da crise do coronavírus, o volume de recursos anual necessário para retirar a população capixaba da linha da extrema pobreza é de R$ 633 milhões; e para eliminar a pobreza, de R$ 3,2 bilhões.Tal situação é profundamente agravada hoje, em que essas famílias veem ainda mais reduzidas as suas chances provisão de recursos até mesmo para alimentação diária”, avaliou a economista Érika Leal.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade