24.9 C
Vitória
quarta-feira, 16 junho, 2021

Capixabas são destaque no Circuito Rio

Circuito Rio é uma das competições mais importantes da Vela Oceânica brasileira

Por Leulittanna Eller

Velejadores capixabas se destacaram na 51ª edição do Circuito
Rio, uma das principais e mais tradicionais competições da Vela
Oceânica brasileira, que foi encerrada nesta segunda-feira, dia 02.

Os veleiros do Iate Clube do Espírito Santo (ICES), + Bravíssimo e
Phantom Of The Ópera fizeram história na competição ao se consagrem
campeões em suas categorias, além de trazerem para o ICES o título de
campeão geral da competição que ficou para o + Bravíssimo.

Foram 4 dias intensos de regatas com as mais diversas condições
climáticas e de mar, onde os competidores disputaram também o
Campeonato Brasileiro da classe ORC. Barcos renomados como o Crioula,
comandado por Samuel Albrecht, membro da equipe olímpica, esteve
presente na competição, além da participação dos maiores
medalhistas olímpicos da vela brasileira, Lars e Torben Grael.

leia mais

Os velejadores capixabas mostram a cada dia que a vela do Estado e do
ICES tem feito história em diversas raias brasileiras e internacionais.
A tripulação do + Bravíssimo, comandada por Luciano Secchin, traz na
bagagem os títulos de campeã geral do Circuito Rio, 1º lugar na
classe ORC B, além de se consagrarem vice-campeões brasileiros e
campeões brasileiros na classe ORC B, resultado nunca alcançado por
outra tripulação capixaba.

“Estamos muito felizes. Os resultados são fruto de um trabalho que
estamos desenvolvendo a uns dois anos. Buscamos cada dia aperfeiçoar
ainda mais com ajuste de treinos, equipamentos, entrosamento da
tripulação. Começamos o ano com o título do Circuito Atlântico
Sur, uma das competições mais importantes da América do Sul, e agora
somos campeões do Circuito Rio e vice-campeões brasileiros. Certeza
que estamos no caminho certo”, ressaltou o comandante do+ Bravíssimo,
Luciano Secchin.

O veleiro Phatom Of The Opera, que tem como comandante o presidente da
Federação Capixaba de Vela (Fecai), Renato Avelar, superou barcos que
estavam entre os favoritos como o Itajaí, do comandante Alexandre
Santos, ficando atrás somente do veleiro Danadão, que tem em sua
tripulação diversos velejadores olímpicos , e garantiram o 1º lugar
na classe IRC II, e foram vice-campeões gerais na IRC.

“Foi um campeonato com regatas muito difíceis com falta de vento, excesso de
ventos, regatas muito grandes, com muita disputa na água. Fizemos um
trabalho de otimização do barco com investimentos, que surtiu efeito e
conseguimos excelentes resultados durante a competição. Nossa
tripulação teve máximo entrosamento. E conseguimos levar pro ICES e
para o Espírito Santo esse troféu”, comentou Renato Avelar,
comandante do Phantom.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

ES Brasil Digital

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade