24.9 C
Vitória
sábado, 25 maio, 2024

BRK muda o curso do saneamento em Cachoeiro do Itapemirim

Em duas décadas e meia de atuação no município de Cachoeiro de Itapemirim, completados neste ano de 2023, a BRK contabiliza investimentos superiores a R$ 540 milhões nos sistemas de coleta, tratamento e distribuição de água e coleta, tratamento e afastamento de esgoto. Porém, muito além do montante investido, a concessionária desses serviços comemora o resultado de seu desempenho para a melhoria da qualidade de vida dos cachoeirenses, a preservação das águas e do meio ambiente e o desenvolvimento econômico.

Atualmente, Cachoeiro conta com um índice de abastecimento de água potável de 99,57%, enquanto a coleta de esgoto abrange 98,5% do volume produzido. É importante destacar que 98,15% desse esgoto coletado passa por tratamento antes de ser devolvido de forma ambientalmente correta à natureza.

- Continua após a publicidade -

Em 1998, quando o município concedeu a prestação dos serviços de água e esgoto à iniciativa privada, a situação era crítica. Os cachoeirenses conviviam com o desabastecimento de água em razão de uma infraestrutura obsoleta, vazamentos frequentes e perdas de água elevadas. Além disso, apenas 5% do esgoto era tratado – um indicador extremamente baixo, que representava uma séria ameaça ao meio ambiente e à saúde de todo o ecossistema.

Marcos Mendanha, diretor da concessionária em Cachoeiro de Itapemirim, ressalta que a empresa desenvolve um plano anual de investimentos para modernização e ampliação dos serviços de saneamento, de forma alinhada ao poder concedente e ao desenvolvimento da cidade. “A nossa atuação tem um impacto muito positivo na vida das pessoas, que não se traduz somente por números. Ao garantir o fornecimento de água com qualidade e coleta e tratamento de esgoto, estamos produzindo efeitos significativos para a saúde, educação, meio ambiente e geração de empregos, beneficiando toda a sociedade.

A atuação da empresa, segundo o diretor, tem como foco manter a excelência dos seus serviços, realizando investimentos contínuos em tecnologia, inovação e pessoas. Cachoeiro de Itapemirim já alcançou a universalização desses serviços na área urbana, conforme prevê o contrato de concessão e o novo Marco Regulatório do Saneamento Básico.

O compromisso da BRK em promover qualidade vida, bem-estar e saúde para a população, além da preservação dos recursos hídricos resultou na conquista, por Cachoeiro, da primeira posição no Ranking de Saneamento Básico dos Municípios Capixabas (RSBMC), organizado pelo Tribunal de Contas do Estado do Espírito Santo (TCE-ES), nas duas edições do levantamento (2021 e 2022).

Já o Rio Itapemirim voltou a ser habitat de mais de 20 espécies da fauna nativa, como peixes, biguás (ave cuja presença é um indicador biológico de água limpa), camarões, lagostas, lontras e pirarucus, antes ausentes na região.

25 anos de progresso

Com a atuação da BRK, Cachoeiro de Itapemirim passou por transformações significativas em suas infraestruturas de água e esgoto, resultando em benefícios substanciais para a população. Veja alguns dados que evidenciam essa evolução:

● Modernização de sete estações de tratamento de água, produzindo 36,2 milhões de litros por dia para 186 mil habitantes (99,5% área urbana).

● Implantação de 270 km de novas redes de água e de 260 km de redes coletoras e interceptores.

● Redução das perdas de água de 56% para 23,4% (média nacional: 40,1%).

● Reserva de 18 milhões de litros para evitar desabastecimento em períodos de estiagem.

● Expansão do tratamento de esgoto de 5% para 98% na área urbana.

● Construção de 11 novas Estações de Tratamento de Esgoto (ETE’s) em sede e distritos.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 221

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA