27.9 C
Vitória
segunda-feira, 17 junho, 2024

Brasil acusa governo israelense de intensificar guerra

Em nota, o Itamaraty condenou a operação que conduziu bombardeios na cidade de Rafah, localizada ao sul do enclave palestino

O governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva acusou Israel ontem, em nota, de intensificar o conflito em Gaza e “mostrar descaso com os direitos humanos” a despeito dos apelos internacionais contra a operação em Rafah. A nova crítica vem no momento em que a crise diplomática entre Brasília e Tel-Aviv dava sinais de arrefecimento.

Em nota, o Itamaraty condenou a operação que conduziu bombardeios na cidade, afirmando que Israel intensifica deliberadamente o conflito em área de alta concentração da população civil da Faixa de Gaza e pode comprometer os esforços de diálogo em curso.

- Continua após a publicidade -

“O governo israelense, mostra, novamente, descaso pela observância aos princípios básicos dos direitos humanos e do direito humanitário, a despeito dos apelos da comunidade internacional, inclusive de seus aliados mais próximos”, diz o texto em aparente referência à pressão dos EUA contra operação em Rafah.

Depois da crise desencadeada pela declaração de Lula, que comparou a guerra em Gaza ao Holocausto, em fevereiro, a relação entre os dois países vinha dando sinais de melhora nas últimas semanas. Com informações de Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 221

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA