24.9 C
Vitória
quarta-feira, 19 janeiro, 2022

Bovespa opera em alta apesar do índice negativo internacional

Até às 14h24, o Ibovespa tinha alta de 2,08%, a 77.944 pontos

Os resultados voltaram ser positivos para a Bovespa. Isso porque o principal índice da bolsa de valores brasileira, a B3, opera em alta nesta quarta-feira (8). Até às 14h24, o Ibovespa tinha alta de 1,96%, a 77.852 pontos.

Mesmo com o quadro de incertezas provocado pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2), o resultado é melhor do que os das bolsas de valores de outros países, como os Estados Unidos que teve um recorde diário de mais de 1.800 mortes pelo vírus.

Na terça-feira, a bolsa subiu 3,08%, a 76.358 pontos. A expectativa dos analistas de mercado é que o índice suba ainda mais a partir de amanhã (09).

Europa

As bolsas europeias não tiveram sinal único, nesta quarta-feira (08). Os índices reagiram ao noticiário sobre a disseminação da pandemia do novo coronavírus, em geral com menor otimismo entre investidores sobre os desdobramentos da doença.

Na reta final do pregão local, porém, houve melhora com a notícia de que o pré-candidato democrata Bernie Sanders suspenderia sua campanha, já que o senador por Vermont é visto com menos simpatia pela maioria dos investidores. O índice pan-europeu Stoxx 600 fechou em alta de 0,02%, em 326,67 pontos.

A falta de consenso entre os ministros de Finanças da zona do euro já piorava o humor logo no início do dia no continente. Após horas de reunião virtual, as autoridades decidiram retomar o encontro amanhã, sem anunciar resposta conjunta ante a pandemia.

Alguns investidores demonstravam também menos otimismo do que em dias recentes com o tempo necessário para se controlar a covid-19 e se permitir a retomada econômica.

No Reino Unido, além do temor de que o pico da doença esteja para acontecer em breve, diante do aumento dos casos, foi noticiado que uma avaliação sobre a continuidade da quarentena ficará para mais adiante. Some-se a isso o fato de que o primeiro-ministro Boris Johnson está na UTI, com sintomas de coronavírus.

Entre ações em foco, IAG subiu 2,93%, após a notícia de que o governo britânico permitirá que empresas aéreas locais adiem o pagamento de encargos por serviços no espaço aéreo europeu em até 14 meses.

Na Bolsa de Londres, o índice FTSE 100 fechou em baixa de 0,47%, em 5.677,73 pontos, com Barclays em queda de 2,26%.  Já em Frankfurt, o índice DAX recuou 0,23%, a 10.332,89 pontos.

Em Paris, o índice CAC 40 subiu 0,10%, a 4.442,75 pontos, na máxima do dia e beneficiado pela notícia de Sanders, que abriu caminho para a nomeação mais adiante do ex-vice-presidente Joe Biden na disputa presidencial com Donald Trump nos EUA.

O índice FTSE MIB, da Bolsa de Milão, recuou 0,18%, a 17.380,82 pontos. Em Madri, o índice Ibex 35 caiu 0,72%, a 6.951,80 pontos Na Bolsa de Lisboa, o PSI 20 subiu 0,05%, a 4.071,37 pontos, também fechando na máxima diária.

*Da redação, com colaboração de Gabriel Bueno da Costa (AE)

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade