25 C
Vitória
domingo, 24 maio, 2020

Bolsonaro sugere ‘esperar um pouquinho’ para decidir sobre adiamento do Enem

Leia Também

“Os Saltimbancos” no Diversão em Cena ArcelorMittal Online

A história gira em torno de um grupo de animais descontentes com a vida no campo se aventura pela cidade, em busca de uma carreia musical.

Como a crise pode transformar as pessoas?

Cada indivíduo tem tentado buscar inovações e novas posturas em meio a situação  de incerteza onde o aprendizado, visões e valores tem sido reconfigurados para vencer os desafios ora estabelecidos.

Robô virtual de Vila Velha oferta cursos gratuitos pelo Whatsapp

O primeiro curso divulgado é o “Empreenda Vila Velha Digital”, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (Semdec).

Vila Velha 485 anos: um município cheio de riquezas e cenários paradisíacos

Nesta quinta-feira (23), é celebrado o Dia da Colonização do Solo Espírito-Santense, e também os 485 anos de Vila Velha. Confira um pouco sobre a cidade!

Ontem, o Senado aprovou o adiamento do Enem. A proposta, contudo, não estabelece uma nova data, mas prevê que em caso de estado de calamidade, como o atual, os processos seletivos para a educação superior serão prorrogados

Por Emilly Behnke (AE) – O presidente Jair Bolsonaro sugeriu nesta quarta-feira (20) que se espere “um pouquinho” para decidir sobre um possível adiamento do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). “Vamos esperar um pouquinho mais, é muito cedo. Nós estamos agora em maio, é novembro (o exame), espera um pouquinho mais para tomar decisão”, disse a apoiadores na saída do Palácio da Alvorada.

“A prova do Enem, que alguns querem adiar, eu acho que nós temos que ouvir os que vão fazer a prova”, afirmou. Na terça-feira, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, postou em suas redes sociais que o governo abrirá consulta aos estudantes que se inscreveram no Enem para saber se preferem manter a data da prova ou adiar por 30 dias.

O presidente chegou a perguntar a opinião de uma apoiadora que disse que faria o exame. A mulher respondeu que preferia o adiamento. Depois, o presidente também indagou os populares: “A eleição (municipal) vai adiar também?”, perguntou. Sem resposta, Bolsonaro não entrou em detalhes no assunto dos pleitos, marcados para outubro.

Ontem, o Senado aprovou o adiamento do Enem. A proposta, contudo, não estabelece uma nova data, mas prevê que em caso de estado de calamidade, como o atual, os processos seletivos para a educação superior serão prorrogados. O texto segue para Câmara, onde o presidente Rodrigo Maia (DEM-RJ) pautou para a sessão de hoje a votação da urgência e mérito de outro projeto para adiar a realização das provas.

Educação

Em resposta a uma apoiadora que pediu para o presidente “olhar pela Educação”, Bolsonaro destacou que a educação do País foi “destruída” nos últimos 30 anos.

“Você sabe que nos últimos 30 anos destruíram a educação no Brasil. Eu não tenho como fazer assim (gesticulou com as mãos) e resolver de uma hora para a outra. Muita coisa já mudou na educação. Não à toa que o ministro da Educação é um dos mais atacados do governo” disse. Bolsonaro opinou que por Weintraub ser “atacado” pela mídia, é um sinal de que o ministro “está fazendo a coisa certa”.

O presidente comentou o desempenho do Brasil no Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa). “Teve as provas internacionais do Pisa. Estamos não nos (últimos), é no último lugar. De 70 países, aproximadamente, estamos lá embaixo. Estamos tentando mudar isso aí”, disse.

Continua após a publicidade

ES Brasil Digital

esbrasil_176
Continua após publicidade

Fique por dentro

Na pandemia, consumidores priorizam pagamento de despesas básicas, diz pesquisa

A crise provocada pela pandemia do novo coronavírus tem feito consumidores brasileiros priorizarem o pagamento das despesas domésticas mais básicas.

Receita abre consulta a 1º lote da restituição do Imposto de Renda

A Receita Federal liberou na manhã desta sexta-feira, 22, a consulta ao primeiro lote da restituição do Imposto de Renda 2020.

É hora da volta do turismo?

Recepcionistas e camareiras de máscara e protetor facial. Termômetro de infravermelho no check-in. Café da manhã à la carte ou então servido no quarto. Grupos pequenos na visita a atrações.

Juros devem permanecer baixos por um tempo, segundo FMI

Tobias Adrian, sugeriu que os bancos retenham as receitas em seus balanços, evitando pagamento de dividendos, a fim de preservar as condições de capitais

Vida Capixaba

“Os Saltimbancos” no Diversão em Cena ArcelorMittal Online

A história gira em torno de um grupo de animais descontentes com a vida no campo se aventura pela cidade, em busca de uma carreia musical.

Medidas de distanciamento social podem durar até 2022, segundo pesquisa

De acordo com a pesquisa, caso não haja alguma vacina ou um tratamento aprimorado até 2022, medidas de distanciamento social prolongadas ou intercaladas deverão ser tomadas.

Nova avenida Vitória: 75% das obras estão concluídas

As obras começaram há sete meses e contempla a reabilitação e reurbanização da malha viária, além da implantação de ciclovia e trabalho de microdrenagem.

Prefeitura da Serra reduzirá salários de prefeito e secretários durante a pandemia

A intenção é que seja reduzido na folha de pagamento 30% dos salários do prefeito Audifax Barcelos e da vice-prefeita Marcia Lamas, e 10% dos salários dos secretários.
Continua após publicidade