23.9 C
Vitória
sexta-feira, 10 julho, 2020

Sexo e adolescência: a importância do diálogo

Leia Também

Governo do Estado autoriza obra de escola indígena em Aracruz

A Escola Estadual Indígena de Ensino Médio (EEIM), localizada na Aldeia de Caieiras Velha, possui 882,68 metros quadrados e o investimento será de R$ 496.734,33.

Bolsonaro sanciona lei que suspende pagamento de parcelas do Fies

Os saldos das obrigações suspensas devem ser pagos de forma diluída. Saiba mais! O presidente Jair Bolsonaro sancionou a lei que suspende o pagamento de...

CNI: confiança dos empresários da indústria melhora pelo 3ª mês seguido em julho

As expectativas com relação aos próximos seis meses já são otimistas", destacou a CNI, no documento. Confira! Por Eduardo Rodrigues (AE) Após bater no fundo do...

Famílias têm papel fundamental na relação da criança com mundo digital

Rotinas offline ajudam a criança a desenvolver autorregulação. Saiba mais! Durante a pandemia de covid-19, os dispositivos eletrônicos com acesso à internet se tornaram...

A falta de diálogo sobre a sexualidade pode impactar na constituição do indivíduo

Muito se fala em sexo, mas pouco no que diz respeito à sexualidade, ainda mais no momento em que as emoções estão aflorando e o corpo passando da fase infantil para a adolescência.

Acontece que o sexo é um momento muito esperado por boa parte dos jovens e um tanto temido por grande parte dos pais. É uma fase de muita curiosidade, descobertas e experiências afetivas. Porém, percebo que esse momento contemporâneo é cercado de um erotismo muito precoce e isso é devido à disponibilidade de acesso a materiais pornográficos.

Formar ideias com base nisso pode ser extremamente prejudicial, já que o que temos muitas vezes nesses materiais é a proposta de um sexo sem a dinâmica da interação, do toque ou qualquer requinte de amorosidade e que será consumido por um adolescente curioso.

O problema dos materiais pornográficos é que eles banalizam o sexo e fazem com que jovens desprovidos de informação e amparo social tenham experiências sexuais que podem desconfigurar suas vidas.

São muitas mudanças físicas e psicológicas que entram em uma montanha russa, parece que eles conseguem desbravar o mundo, dar conta de tudo, que são impermeáveis, que nada irá acontecer com eles, só que não é bem assim que funciona.

Atendo muitos jovens com a estrutura psicológica atravessada por tabus, que não sabem lidar com a sexualidade por causa dos furos e questões que não conseguiram enfrentar por falta de apoio e suporte.

É claro que o diálogo sobre a temática sexual é um caminho bastante delicado, mas pode ser construído de forma fortalecida, desde que haja intimidade com os pais, tutores ou pessoas próximas que tenham capacidade de falar com esse adolescente e trazer informações mais instrutivas possíveis.

Em meu consultório atendo pais com seus filhos para tirarem duvidas do que pode acontecer antes e depois dos relacionamentos sexuais. Entender essas emoções e como lidar com esses sentimentos é ideal, pois assim eles poderão passar por essa experiência de forma mais autêntica, segura e cientes de suas consequências.

Os pais precisam se preparar para abordar esse tema, pois já passaram por isso. Tocar em suas próprias experiências individuais, até naquelas dores que estão mais escondidas é difícil. Talvez o próprio relacionamento do casal/tutores não seja bom e nem saudável, então tudo isso influencia nessa fala de como lidar com o adolescente.

Sexo é diferente de sexualidade. Sexo é o ato em si, já sexualidade é o jeito de cada um ser no mundo, homem ou mulher, de se relacionar com as emoções, os sentimentos e o todo ao redor, por isso é tão importante tocar no assunto. É algo prazeroso, saudável e que faz parte da concepção humana. É saber que a prevenção e orientação são importantes, assim como lidar com isso.

Falar sobre o corpo, que o corpo é dele, que ninguém tem direito de tocá-lo, alertar desde cedo sobre o toque é necessário! Muitas questões aparecem e que, às vezes, eles não sabem muito se é certo ou o é errado, então precisam de alguém para falar sobre esses medos sem se sentir culpado, mas sim com a certeza que serão acolhidos.


Flaviane Brandemberg é sexóloga e coach de relacionamentos.

Continua após a publicidade

ES Brasil Digital

Continua após publicidade

Fique por dentro

ArcelorMittal Tubarão religará o segundo alto-forno neste mês

O equipamento, com capacidade para produção de 1,2 milhão de toneladas de ferro gusa/ano, estava paralisado desde o ano passado, quando passou por uma ampla reforma de manutenção.

Saques do auxílio emergencial e do FGTS antecipados. Como fazer?

Muitos brasileiros estão recebendo os valores por meio do aplicativo Caixa Tem. Para isso, algumas fintechs permitem que a transferência seja realizada antecipadamente.

CNI: acordo traz segurança a comércio exterior de produtos brasileiros

CNI comemorou ratificação do Protocolo de Nagoia. Saiba mais! A Confederação Nacional da Indústria (CNI) comemorou a ratificação do Protocolo de Nagoia, aprovada nesta quarta-feira...

Sebrae: cresce interesse por cursos a distância para empreender

Inscrições este ano, até o momento, chegam a 1,5 milhão de pessoas. Saiba mais! O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas...

Vida Capixaba

Vacinas contra gripe para público em geral

Desde o dia 30 de junho, não há mais grupo prioritário. Com isso, todas as pessoas podem receber a dose.

Shopping Vitória realiza liquidação virtual nesta semana

A RED TAG (etiqueta vermelha), uma liquidação virtual dentro da Vitrine SV, entre os dias 8 e 10 de julho.

Webinar aborda a construção em aço na era da Indústria 4.0

A webinar “Construção em aço na era da Indústria 4.0”, que será realizada nesta quinta-feira (09), a partir das 17 horas.

Como fica o tempo nesta semana no Espírito Santo? Veja!

De acordo com o Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), a previsão é de poucas nuvens e sem chuvas nas regiões capixabas.
Continua após publicidade