22.1 C
Vitória
segunda-feira, 27 maio, 2024

Aceleramos o VW Polo Track, criado para suceder o Gol

O Polo vem de série com vários itens ligados à segurança, além de Ar-condicionado, direção com assistência elétrica e preparação para som 

Para substituir o Gol, um dos carros mais vendidos do Brasil, e que ficou famoso pela durabilidade, a Volkswagen escalou o Polo, na inédita – e espartana – versão Track. Feito em Taubaté (SP), o hatch tem preço inicial de R$ 79 090, motor 1.0 flexível de três cilindros e até 84 cv e câmbio manual de cinco velocidades.

  Como o tanque tem 53 litros de capacidade, a autonomia chega a 780 km, informa a VW. Segundo o Inmetro, com gasolina a média é de 13,5 km/l na cidade e 15 km/l na estrada.

- Continua após a publicidade -
Aceleramos o VW Polo Track, criado para suceder o Gol
Interior do Volkswagen Polo Track – Foto: Divulgação

Com etanol, são, respectivamente, 9,3 km/l e 10,5 km/l.

Rodamos cerca de 400 km com o modelo para saber do que ele é capaz. Constatamos que o 1.0 é adequado à proposta da versão. Porém, é preciso usar bem o câmbio para manter a faixa ideal de rotação e, assim, o baixo consumo.

A nova opção é mais ágil no uso urbano. Em rodovias, o torque baixo pode ser um complicador na hora de ultrapassar.

Neste primeiro contato, também constatamos que o Polo Track é frugal inclusive na aparência. Nada de LEDs nem luzes de uso diurno – faróis e lanternas têm refletores convencionais e lâmpadas halógenas.

Além disso, não há retrovisores elétricos. No caso das janelas, o recurso só está disponível para as portas dianteiras.

Aceleramos o VW Polo Track, criado para suceder o Gol
Detalhe da traseira do Volkswagen Polo Track – Foto: Divulgação

As rodas são de ferro de 15 polegadas, cobertas com calotas pretas e calçadas com pneus 165/85 R15. Não há sequer emblemas com o nome Polo, mas apenas um adesivo com a inscrição Track abaixo do escudo da VW na traseira.

Porém, como o Polo é feito sobre a plataforma MQB, o hatch vem de série com vários itens ligados à segurança. Há quatro air bags, controles eletrônicos de tração e estabilidade, bloqueio de diferencial e auxílio de saída em rampa, além de sistema Isofix, de ancoragem de assentos infantis.

Aceleramos o VW Polo Track, criado para suceder o Gol
Detalhe frontal do Volkswagen Polo Track – Foto: Divulgação

Ar-condicionado, direção com assistência elétrica e preparação para som vêm de fábrica. O modelo tem poucos opcionais e a cor preta é padrão. A branca sólida sai por R$ 900 e as metálicas, por R$ 1.650.

O kit Media Plus II, com rádio com tela monocromática de apenas duas linhas, custa R$ 900 e inclui teclas no volante. Curiosamente, também há portas do tipo USB-C.

Com todos os opcionais mais caros, o Track tem tabela de R$ 81 640. São R$ 6.600 a menos que a versão completa do Gol, que tinha rodas de liga de 15″, vidros e retrovisores elétricos e custava R$ 88.240.

Ficha Técnica

Aceleramos o VW Polo Track, criado para suceder o Gol

Com informações de Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 221

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA