Sistema Único de Segurança pode ser votado nesta terça (27) na Câmara Federal

Sistema Único de Segurança
Foto: Jansen Lube/Secom Serra

O projeto prevê a integração dos trabalhos das polícias federal, civil e militar, além de bombeiros, guardas municipais, agentes penitenciários e peritos

A criação do Sistema Único de Segurança (Susp) pode ser votada na Câmara Federal nesta terça-feira (27). O Congresso Nacional tem dado prioridade ao assunto com o objetivo de integrar e tornar mais eficaz a ação dos órgãos de segurança e defesa social.

A proposta tem como eixo central a integração entre os órgãos policiais para que os entes federados compartilhem informações com o Ministério da Segurança Pública. As informações são da Agência Brasil.

O texto estabelece como integrantes operacionais do Susp a Polícia Federal, a Polícia Rodoviária Federal, as Polícias Civis, as Polícias Militares, os Corpos de Bombeiros Militares, as Guardas Municipais, os agentes penitenciários, os agentes socioeducativos e os peritos.

O Sistema Único de Segurança não deve gerar novas despesas para os cofres públicos. No entanto, o texto prevê que a União implemente um sistema padronizado, informatizado e seguro. Dessa forma, será possível o intercâmbio de informações entre os integrantes do Susp.

Leia também
Conteúdo Publicitário

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!