1º Fórum IEL de Gestão recebe o diretor do Banco Mundial, Joaquim Levy

Joaquim Levy no Fórum IEL de Gestão
Foto: Jackson Gonçalves/Revista ES Brasil

Empresários e autoridades participaram do evento sobre oportunidade de negócios para o Espírito Santo.

A primeira edição do Fórum IEL de Gestão aconteceu em Vitória nesta terça-feira (7). O evento é inédito no Estado e traz oportunidade de acesso a conhecimentos sobre negócios e gestão, permitindo atualização e aprimoramento do processo de tomada de decisões.

O Itamaraty Hall, em Santa Lúcia, recebeu o fórum que contou com as presenças de empresários, gestores públicos e privados. Durante o almoço, os participantes acompanharam as palestras de Joaquim Levy, diretor geral e diretor financeiro do Banco Mundial e ex-ministro da Fazenda.

O presidente do Sistema Findes, Léo de Castro, deu as boas-vindas e afirmou o objetivo de buscar o desenvolvimento do Estado. “A Findes está trabalhando para difundir o conhecimento e colocar o empresário capixaba a par do que acontece no Brasil e no mundo”, declarou. Para ele, a tarde seria um momento de enriquecimento para que o próximo ano seja de crescimento duradouro.

Palestras

O diretor do Bando Mundial, Joaquim Levy, afirmou que vê nos Espírito Santo todas as condições para um caso de sucesso. “Temos que entender que o mundo está se transformando e repensar nossa organização para focar no desenvolvimento”, alertou Levy.

O ex-ministro acredita que o nosso Estado tem vantagens em relação ao Brasil. Ele citou as grandes forças da economia, como o petróleo e a siderurgia, junto ao capital humano capixaba como fatores que criam uma base sólida para o desenvolvimento.

A consideração do ex-ministro ocorreu após a palestra do diretor do Instituto de Desenvolvimento Industrial do Espírito Santo (Ideies) e ex-secretário do Tesouro Nacional, Marcelo Saintive. “O Estado conta com infraestrutura e uma rica área de ambiente de negócios”, avaliou. “A indústria capixaba adiciona mais valor e tem mais peso do que outros estados. Também o grau de abertura no Espírito Santo é maior do que o do Brasil”, finalizou.

Fotos : Jackson Gonçalves

Deixe seu comentário

Please enter your comment!
Favor insira seu nome