Mais saúde e preservação ambiental em Nova Venécia

O município passa a tratar 17% do esgoto (Fotografia - Leonardo Duarte/Secom)

O Governo do Estado e a Cesan inauguraram, nesta quarta-feira (26), a primeira etapa do Sistema de Esgotamento Sanitário (SES) de Nova Venécia.

Ao todo foram investidos mais de R$ 30 milhões em infraestrutura para que mais de mil ligações à rede sejam realizadas nos bairros Centro, Filomena, parte do Bonfim, loteamento Vista Parque e Municipal I.

Foram construídos 21 quilômetros de rede coletora, cinco quilômetros de emissário de esgoto tratado, três elevatórias de esgoto e a Estação de Tratamento de Esgoto do município. Com essa primeira etapa concluída, o município passa de 0% de cobertura por rede de esgoto para 17%.

A Cesan também promoveu investimentos em benefício do meio ambiente com o plantio de aproximadamente 600 mudas de árvores nativas e plantas medicinais na área da estação.

A nova estação de tratamento de esgoto inaugurada agora compõe o sistema e foi projetada para acompanhar o crescimento populacional no município até 2030, estimado em 42 mil habitantes.

Etapas

Outras duas etapas de obras para complementar o sistema com redes e elevatórias serão concluídas para atender todos os bairros de Nova Venécia.

A segunda etapa para implantação do sistema de esgotamento sanitário no município está em andamento e vai elevar a cobertura por rede de esgoto de 17% para 65% da população. Com este investimento 24 mil moradores serão atendidos nos bairros: Beira Rio, Rúbia, Yolanda, BNH (Ascenção), Aparecida, Fátima, Margareth e São Francisco. Nesta fase serão implantados mais 37,7 quilômetros de rede e oito elevatórias de esgoto que vão possibilitar que mais 2.742 ligações de imóveis sejam feitas ao sistema. O total investido será de R$ 14,5 milhões até 2019.

Para a terceira etapa estão previstos mais R$ 9,1 milhões, finalizando a implantação do sistema de esgotamento sanitário do município e universalizando o tratamento do esgoto.

As obras da segunda etapa já estão em curso (Fotografia – Leonardo Duarte/Secom)
Maior investimento fora da Grande Vitória

Na solenidade de inauguração, o governador Paulo Hartung destacou que o investimento da nova estação é da ordem de R$ 30 milhões e que a estrutura é a maior do tipo localizada fora da Região Metropolitana da Grande Vitória. “Estamos celebrando esse importante investimento em uma estação de coleta e tratamento de esgoto que passa a ser a maior estação fora da Grande Vitória, em relação aos municípios onde a Cesan atua. É um investimento importante na rede de tratamento do município, que atualmente está com cobertura de aproximadamente 17%. Estamos com investimentos em curso para entregarmos uma cobertura em torno de 65%. Isso significa meio ambiente equilibrado e saúde pública preventiva”, cravou Paulo Hartung.

O secretário de Saneamento, Habitação e Desenvolvimento Urbano, Marcelo de Oliveira, relembrou a trajetória da Cesan. “Era uma empresa no vermelho antes de 2003 e a partir daí, com muita gestão e profissionalismo, durante esses anos, universalizou o fornecimento de água, e elevou de 20% para 60% a população coberta por redes. E até o fim do ano terá firmado os contratos para levar o acesso ao tratamento de esgoto a 91% da população”, destacou.

O presidente da Cesan, Amadeu Wetler, afirmou que com a entrega da estação e das redes se inicia a despoluição do Rio Cricaré. “Após a conclusão das demais etapas e as ligações dos imóveis, mais de seis milhões de litros de esgoto deixarão de ser despejados diariamente no rio que abastece localidades ribeirinhas de Nova Venécia, além dos municípios de São Mateus e Conceição da Barra, onde encontra com o mar”, disse.

Conteúdo Publicitário

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!