Condomínio avícola contribui para redução de custos

Foto: Reprodução

A Coopeavi prevê a criação do condomínio a partir do investimento em R$ 2,5 milhões para melhorias na avicultura do Estado

A Cooperativa Agropecuária Centro Serrana (Coopeavi) está no foco dos investimentos para a expansão dos negócios neste ano. A cooperativa prevê investir R$ 2,5 milhões para melhorias já que os resultados apresentados em 2017 foram satisfatórios.

O anúncio do investimento foi feito durante uma Assembleia Geral Ordinária, realizada em Santa Maria de Jetibá, região serrana do Espírito Santo. Desta forma, os cooperados poderão contar com novos investimentos da avicultura no Estado.

Um dos destaques será a criação do segundo grupo do Condomínio Avícola de Postura Comercial, que culminará com a abertura do terceiro galpão para novos alojamentos de poedeiras. Além disso, a recria e comercialização de ovos, e também a construção de novos silos estão previstos ainda com os investimentos anunciados.

De acordo com dados divulgados pela Coopeavi, houve aumento na produção de ração e na venda de caixas de ovos e ovos pasteurizados. Em 2017, a cooperativa comercializou um volume 24,5% a mais que em 2016 e registrou aumento de 8,4% na venda de caixas de ovos, com 30 dúzias cada, e 10,1% de ovos pasteurizados.

“A perspectiva é o Condomínio continuar a ampliar a participação nos negócios da cooperativa. Os custos de fabricação e transporte de ração foram reduzidos para os produtores, mesmo os não cotistas, devido ao volume demandado pelo Condomínio”, contou o gerente executivo de produção da Coopeavi, Luís Carlos Brandt.

Segundo Brandt, o Condomínio Avícola participa de pelo menos 20% do volume de ração demandado para a fábrica. “Esse volume de ração acaba por diluir todo o custo fixo isso da ração produzida, acaba por gerar a todos os avicultores associados à Coopeavi”, finalizou.

Conteúdo Publicitário

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!