Bolsonaro participa de encontro com empresários nos EUA

Foto: Divulgação

O presidente chegou ao país norte-americano nesse domingo (17). Reunião com ex-secretário do Tesouro e empresários ocorre hoje

O presidente Jair Bolsonaro fez sua segunda viagem internacional nesse domingo (17). Desta vez, ele foi aos Estados Unidos para um encontro com o ex-secretário do Tesouro norte-americano Henry “Hank” Paulson, participa de cerimônia de assinatura de atos e janta com executivos do Conselho Empresarial Brasil-Estados Unidos.

Às 15h30 desta segunda-feira (18), Bolsonaro se reúne com Henry “Hank” Paulson. No final da tarde, participa da cerimônia de assinatura de atos. As atenções estão voltadas para o Acordo de Salvaguardas Tecnológicas entre o Brasil e os Estados Unidos.

De acordo com a Agência Brasil, a medida permitirá o uso comercial da Base de Lançamentos Aeroespaciais de Alcântara (MA). Estima-se que, em todo o mundo, exista uma média de 42 lançamentos comerciais de satélites por ano.

Nesta terça-feira (19), Bolsonaro se reunirá com o presidente norte-americano Donald Trump para agenda externa.

Jantar

Bolsonaro chegou em Washington ontem e jantou com integrantes do movimento conservador americano. Na oportunidade, ele destacou a aproximação do Brasil e dos Estados Unidos, e também criticou o “antigo comunismo”.

“O presidente apresentou ideias de fortalecer o comércio, reconhecendo que os EUA são o segundo mercado para os produtos brasileiros, que a diplomacia de fortalecer a democracia neste lado do Ocidente é importante e que aspectos relativos ao antigo comunismo não podem mais imperar”, destacou o porta-voz da presidência, general Otávio Rêgo Barros.

Bolsonaro e ministros brasileiros participaram do jantar com representantes da imprensa dos Estados Unidos. – Foto: Divulgação

O jantar foi realizado na residência do embaixador do Brasil nos EUA, Sérgio Amaral. O presidente brasileiro informou que Amaral será substituído, ao sugerir na semana passada que diplomatas brasileiros seriam os responsáveis por sua imagem ruim no exterior.

Segundo o porta-voz de Bolsonaro, o diplomata Nestor Forster, quem apresentou o chanceler Ernesto Araújo a Olavo de Carvalho, é o nome cotado para o posto.

Estiveram presentes no jantar com o presidente Bolsonaro os ministros das Relações Exteriores, Ernesto Araújo; da Segurança Pública e Justiça, Sérgio Moro; da Economia, Paulo Guedes; da Agricultura, Tereza Cristina; de Minas e Energia, Bento Albuquerque; da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Marcos Pontes e do chefe do Gabinete de Segurança Institucional, general Augusto Heleno.

*Da redação com informações do O Globo e Agência Brasil

Conteúdo Publicitário

Aproveite as promoções especiais na Loja da ES Brasil!