Aécio tenta adiar decisão sobre presidência do PSDB

Foto: Pedro Ladeira

Após ficar mais de 45 dias afastado do cargo, Aécio foi pressionado por Tasso e seus aliados a tomar uma decisão sobre o assunto ainda esta semana.

Aécio tenta adiar decisão sobre presidência do PSDB até votação de denúncia de acordo com informações da Agência Estado.

O Aécio Neves quer manter uma indefinição sobre o comando do partido até a votação, na Câmara, da denúncia de corrupção passiva contra o presidente Michel Temer.

O intuito é evitar que o presidente interino da legenda, senador Tasso Jereissati (CE), assuma o cargo definitivamente.

O objetivo é que se ganhe mais força para defender o desembarque do governo antes do pleito.

Na terça-feira (04), quando retomou o mandato parlamentar após ficar mais de 45 dias afastado do cargo, Aécio foi pressionado por Tasso.

PRESSÃO

A pressão também feitas pelos aliados de Tasso foi para que Aécio tomasse uma decisão sobre o assunto ainda esta semana.

O presidente interino chegou a tentar conversar com Aécio ontem, mas disse que os dois “se desencontraram” e que isto deve ficar para a próxima segunda-feira (10).

RECESSO

Tasso defende que haja uma “solução definitiva” sobre a questão antes do recesso parlamentar, que começa no dia 18 de julho.

O líder do PSDB no Senado, Paulo Bauer (SC), disse que Aécio “é o presidente de direito e de fato” do PSDB.

“O pedido de licença foi dele e ele pode voltar e assumir a presidência quando quiser, a qualquer momento. Ele decidiu não voltar e isso é uma questão de foro íntimo”.

Deixe seu comentário

Please enter your comment!
Favor insira seu nome