Vitória conta com 19 pontos próprios para banho

Foto: Divulgação/ Pinterest

A secretaria classifica a qualidade das águas como próprias, impróprias e interditadas para banho. Na praia de Camburi, são oito pontos liberados

Após o derramamento clandestino de esgoto no mar da praia de Santa Helena, na altura da ponte da Ilha do Frade, na última terça-feira (09), a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semmam) classificou a qualidade das águas das praias de Vitória.

De acordo com o último monitoramento semanal realizado pela Semmam, os pontos 11 (80 metros à esquerda da ponte) e 12 (100 metros à direita da ponte) estão interditados para banho. Já o 10 (80 metros à direita do Iate Clube) está liberado. Em compensação, outros 19 locais estão próprios para banho. Na praia de Camburi, são oito liberados.

A classificação da balneabilidade é a indicação da qualidade das águas destinadas à recreação de contato direto e prolongado, como natação, mergulho e lazer. É realizada, em regime de rotina semanal, por meio da coleta de amostras de águas nos referidos pontos e análise laboratorial para a validação do indicador coliformes termotolerantes.

A secretaria classifica a qualidade das águas como próprias, impróprias e interditadas, de acordo com a concentração do indicador como estabelecido na Resolução Conama 274/2000.

Estudo

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Serviços Urbanos (Semmam) iniciou um novo estudo para tentar identificar pontos de lançamento de esgoto na capital. Equipes estão nas ruas levantando as tampas de bueiro e fazendo uma varredura nas águas para entregar aos moradores uma análise definitiva sobre o esgoto em toda a cidade.

Por conta do lançamento clandestino de esgoto na rede de drenagem pluvial que desemboca na praia de Santa Helena, a Semmam notificou a Companhia Espírito Santense de Saneamento (Cesan) a pagar uma multa de R$ 56 mil.

Conteúdo Publicitário

Deixe seu comentário

Please enter your comment!
Favor insira seu nome