26.9 C
Vitória
sexta-feira, 5 março, 2021

Quando um pouco de solidariedade faz muita diferença

Mais Artigos

solidariedade

O brasileiro é, naturalmente, um ser solidário

Por Luiz Coelho Coutinho

Que a prática solidária é bem-vinda a qualquer tempo, não há dúvidas. Mas, diante de um cenário crítico e desafiador como o de uma pandemia, a importância dessa ação ganha ainda mais relevância.

Ser solidário tornou-se mais do que uma questão humanitária; passou a ser essencial para o enfrentamento dos impactos causados pela doença e fundamental para proporcionar ajuda à sociedade e aos inúmeros profissionais envolvidos no seu combate.

Num país com tantas desigualdades sociais, contribuir para a manutenção e a sobrevivência de projetos e ações que, no dia a dia, auxiliam pessoas com maior vulnerabilidade tornou-se indispensável.

Felizmente, contamos com uma população que entende o valor da empatia. O brasileiro é, naturalmente, um ser solidário, vide as inúmeras e emocionantes manifestações de ajuda que, vez ou outra, testemunhamos quando ocorrem tragédias no país. A onda de solidariedade é sempre gigantesca e contagiante. Até mesmo pessoas que estão longe destas tragédias se mobilizam.

Um comportamento que tem até explicação. Para o psiquiatra José Toufic Thomé, integrante de uma comissão da ONU (Organização das Nações Unidas) que acompanha vítimas de desastres, nosso jeito de ser permite que o brasileiro tenha uma reação mais rápida diante de situações de calamidade. “Acho que o brasileiro é um povo mais afetivamente exposto, ou melhor, se expõe nos seus afetos, e isso agiliza ações ou atitudes sociais”, comentou.

Uma afetividade que gera resultados e salva vidas. Promovido conjuntamente entre nosso grupo e a Associação Capixaba Contra o Câncer Infantil (Acacci), a Campanha Troco Solidário, por exemplo, acaba de registrar a marca de R$ 135.940,66 arrecadados e destinados à entidade.

Em um ano totalmente atípico, esse expressivo volume de doações mostra o espírito colaborativo e humanitário do capixaba. De pouco em pouco, de troco em troco, os participantes da campanha contribuíram para o pagamento de despesas de custeio da Acacci e possibilitaram a aquisição de diversos equipamentos.

Um dos maiores líderes políticos e espirituais do século XX, Mahatma Gandhi, já ensinava o conceito da solidariedade e da empatia, valores fundamentais a serem cultivados e praticados, sobretudo em tempos de crise. “Seja a mudança que você quer ver no mundo”, afirmou certa vez. Um ensinamento mais atual do que nunca: cabe a cada um, à sua maneira e dentro das suas possibilidades, exercer seu protagonismo social e contribuir, da forma que puder, para ajudar a construir um mundo melhor. Tarefa para muitas mãos, a solidariedade é demanda para toda a sociedade. Cada segmento tem seu papel a cumprir.

Luiz Coelho Coutinho é Diretor-Presidente do Grupo Coutinho

ES Brasil Digital

ESBrasil-185
Continua após publicidade

Fique por dentro

Cesta básica fica mais barata em Vitória no mês de fevereiro

O levantamento do Dieese apontou que a queda foi uma das maiores registradas entre as capitais na última pesquisa.

CVM confirma investigação de ‘insider trading’ na Petrobras

Investidor desconhecido lucrou R$ 18 milhões em compra de papéis. A operação só faria sentido se ele tivesse informação privilegiada, o que é crime no Brasil desde 2001.

Produção de veículos recua 3,5% em fevereiro ante fevereiro/2020, diz Anfavea

Entre carros de passeio, utilitários leves, caminhões e ônibus, 197 mil veículos foram montados em fevereiro, o volume mais baixo dos últimos sete meses Por...

Ufes registra quarta cultivar de café conilon junto ao Mapa

O trabalho de pesquisa foi realizado em parceria com a UFRJ e resultou numa cultivar propícia para produção de café solúvel.

Vida Capixaba

Em documentário experimental, mulheres revelam desafios enfrentados na música

A produção audiovisual vai ao ar na próxima segunda, 8, "Dia Internacional Da Mulher"

MORENNA realiza exame do COVID para gravação de clipe

Cantora capixaba realiza exame do COVID em mais de 30 pessoas de sua equipe para poder realizar gravação de videoclipe Aposta da Warner Music como...

Crianças podem, sim, usar creme dental com flúor

É o que afirma Moysés Netto cirurgião dentista, professor universitário em odontopediatria e doutor em ciências da saúde

Condenado a 44 anos por estupro de criança em São Mateus

Caso ganhou repercussão nacional por causa de gravidez da vítima, que tinha 10 anos e é sobrinha do agressor.