21 C
Vitória
terça-feira, 7 dezembro, 2021

Ufes triplica número de bolsistas em produtividade nível 1 do CNPq

Em 12 anos, a universidade registrou aumento de 214%, enquanto no País o crescimento foi de 27,3%

O número de bolsistas em produtividade nível 1 do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) na Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) subiu 214% em um período de 12 anos. A informação foi divulgada pela Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PRPPG).

A Bolsa de Produtividade em Pesquisa que é destinada pelo CNPq aos pesquisadores que se destaquem dentro da sua área de atuação. Além do apoio financeiro, a bolsa é um sinal de reconhecimento pelos pares aos pesquisadores que possuem uma produção científica importante.

Nos últimos 12 anos, em todo o Brasil, o percentual de crescimento foi de 27,3%, o que mostra que o aumento na Ufes foi sete vezes superior ao dado nacional. Quando consideradas todas as bolsas em produtividade concedidas pelo CNPq, a Ufes obteve um crescimento de 55,7% no mesmo período, enquanto no Brasil o percentual foi de 30,5%. O crescimento médio, considerando o ano de 2010, foi de 17,8%. No mesmo ano, o Brasil teve uma média de 2,28%.

Atualmente, a Ufes tem 137 bolsistas, sendo 44 de nível 1. No Brasil, são 14.817 bolsistas de produtividade em pesquisa (níveis 1 e 2), sendo que 6.257 são nível 1. Aproximadamente 90% dos bolsistas em produtividade em pesquisa (níveis 1 e 2) do Espírito Santo são professores da Ufes.

Com informações da Universidade Federal do Espírito Santo.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade