24.9 C
Vitória
domingo, 14 abril, 2024

Sob investigação da Justiça, presidente da Juventus se despede após renúncia

A Juventus definirá seu substituto no dia 18 de janeiro. Até lá, o clube terá de prestar esclarecimentos à Justiça por causa das contas negativas

A crise que assola a Juventus, com resultados ruins no campo e problemas administrativos que causaram a saída em peso da diretoria, também atingiu seu presidente, Andrea Agnelli. Sob investigação do Ministério Público de Turim por causa de irregularidades contábeis, o dirigente se despediu do clube nesta terça-feira após renunciar ao cargo no dia 28 de novembro

“Deixar a presidência não foi uma decisão fácil para mim, que além de amar a Juve, trabalhei muito para alcançar os resultados extraordinários dos últimos anos, dentro e fora do campo. Tomei esta decisão com toda a serenidade”, afirmou Agnelli, que estava na direção da equipe desde 2010, em Assembleia Geral de Acionistas no Allianz Stadium, em Turim. “Foi uma honra ser presidente da Juventus, que vem antes de tudo e de todos. Até o fim.”

- Continua após a publicidade -

A Juventus definirá seu substituto no dia 18 de janeiro. Até lá, o clube terá de prestar esclarecimentos à Justiça por causa das contas negativas e por tentativa de manipular o mercado divulgando informações financeiras inverídicas.

Agnelli, contudo, garante que seu trabalho foi de excelência, apenas de déficit de quase 240 milhões de euros (aproximadamente R$ 1,34 bilhão) e, pelo quinto ano, com o clube fechado no vermelho.

“Continuo firmemente convencido do bom trabalho de todos estes anos, opinião confirmada também nas últimas semanas pelas análises de numerosos especialistas”, disse. “A Juventus demonstrará as suas boas e legítimas razões.”

Após se defender, ele explicou o motivo de deixar o cargo, no qual sua família vinha se perpetuando há quase 100 anos. “Achei por bem dar um passo atrás, para evitar sequer pensar que as escolhas e decisões que serão feitas daqui para a frente foram condicionadas pelo meu envolvimento pessoal.”

Com informações Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 220

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA