Sicoob prorroga pagamento de dívidas do crédito rural

Medida que pode chegar a cinco anos para as operações de custeio busca auxiliar municípios atingidos pela seca

Os produtores rurais associados ao Sicoob ES que trabalham em municípios em situação de emergência ou de calamidade pública por conta da seca terão mais tempo para pagar os empréstimos que fizeram junto à instituição.

A renegociação, que foi autorizada pelo Banco Central, contempla o parcelamento das operações realizadas em 2015 e em 2016, já vencidas ou que deveriam ser quitadas até o final deste ano.

Serão prorrogadas as operações de crédito rural de custeio e de investimento nas cidades cuja situação crítica foi reconhecida pelo Ministério da Integração Nacional. As regiões não contemplados e que foram atingidas pela seca podem solicitar a inclusão na medida junto ao Governo Federal até o dia 31 de dezembro próximo.

De acordo com Nailson Dalla Bernadina, diretor executivo do Sicoob ES, o prazo de pagamento para as operações de custeio pode ser de até cinco anos. “Como entendemos que a produção para o ano de 2017 já está comprometida, o primeiro vencimento ficará para depois da colheita de 2018”, afirmou.

Para fazer a renegociação, o produtor deve ir até uma agência do Sicoob ES apresentando um laudo técnico de comprovação das perdas, assinado por um engenheiro agrônomo com registro no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA). 

Conteúdo Publicitário

Deixe seu comentário

Please enter your comment!
Favor insira seu nome