18.3 C
Vitória
segunda-feira, 4 julho, 2022

Rosa, a primeira superlua do ano!

Representação de como poderá ser a superlua rosa. Foto: Reprodução

Superlua poderá ser vista hoje, por volta das 18 horas, quando o sol costuma se pôr

A primeira superlua de 2021 promete embelezar o céu na noite desta segunda-feira, 26. Nesta noite, o satélite natural ficará mais perto da Terra, dando a impressão de estar maior. Apesar de ter o nome de Superlua Rosa, (Super Pink Moon, em inglês), não haverá mudança na cor da superfície do satélite.

O fenômeno poderá ser visto de qualquer lugar do Brasil e do mundo. O melhor horário para apreciá-lo é no no pôr do sol e início do anoitecer, por volta de 18 horas, o que pode variar de acordo com a cidade. Quanto mais ao leste, mais cedo a Lua ficará visível.

“O melhor horário é quando a Lua ainda está bem baixa, perto da linha do horizonte. Desta forma, o astro parecerá ainda maior na comparação com outros objetos, como árvores e prédios”, diz o astrônomo Cássio Barbosa.

O que é uma superlua?

Superluas ocorrem porque a órbita da Lua ao redor da Terra não é circular, mas levemente elíptica. Como resultado, a distância entre a Lua e a Terra muda durante o mês. No ponto mais próximo (perigeu), ela fica a aproximadamente 362 mil km de distância, enquanto no ponto mais distante (apogeu) essa distância chega a 405 mil km.

As datas do apogeu e do perigeu não são sincronizadas com as fases da Lua e apenas ocasionalmente coincidem com a Lua Cheia. Assim, as superluas aparecem quando a Lua está cheia e se encontra no perigeu.

De acordo com o Observatório Astronômico de Lisboa, essa coincidência ocorrerá duas vezes em 2021. A próxima será em 26 de maio, quando também está previsto um eclipse lunar total.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade