23.9 C
Vitória
segunda-feira, 24 junho, 2024

Rigoni diz desconhecer chegada de Marcelo Santos ao União Brasil

Saída de Marcelo Santos do Podemos tem gerado especulações quanto ao novo destino; União Brasil foi mencionado em análises

Por Robson Maia

A saída do deputado estadual Marcelo Santos do Podemos tem gerado diversas especulações sobre o novo partido do presidente da Assembleia Legislativa (Ales). Entre os destinos possíveis está o União Brasil, atualmente presidido pelo secretário de Estado do Meio Ambiente, Felipe Rigoni.

- Continua após a publicidade -

O movimento de Marcelo Santos não é exatamente uma surpresa para o Podemos. A saída já era programada há algum tempo, contudo, o presidente da Ales acordou com a sigla em permanecer até que fossem definidas as candidaturas do partido visando o pleito eleitoral municipal.

Agora, com a carta de anuência assinada pelo presidente do Podemos, Gilson Daniel, autorizando uma saída consensual, Marcelo Santos deixará o partido sem risco ao mandato de deputado estadual.

Especulado no MDB, presidido pelo vice-governador Ricardo Ferraço, e no Progressistas, com quem mantém boas relações, Marcelo não indicou qual será sua escolha, contudo, o União surgiu entre os partidos cotados. Rigoni, em entrevista, afirmou que desconhecia a chegada do presidente da Ales à sigla.

“Não tem essa conversa aqui (no Espírito Santo), ele não conversou comigo”, afirmou Rigoni.

Apesar disso, o secretário de Estado confirmou que, no último ano, o partido realizou conversas com Marcelo Santos, contudo, sem concretizar qualquer chegada.

“Há um ano a gente chegou a conversar sobre a saída dele do Podemos, mas não chegamos a discutir sobre a vinda ao União Brasil”, destacou Rigoni.

“Tenho excelente relação com Marcelo, ele é um parceiro, pessoa influente. Mas, nunca sentei para conversar filiação”, completou.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 221

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA