26 C
Vitória
quinta-feira, 18 abril, 2024

Quase 115 mil pessoas visitaram o espaço botânico em 4 anos

Os visitantes participaram das aulas de educação ambiental ministradas no Espaço Botânico do Parque da Cidade, em Laranjeiras, no período entre 2017 e 2020

Quase 115 mil pessoas puderam conhecer de pertinho plantas minúsculas e embarcar em uma viagem ao mundo dos microanimais, além de ver seres como camarões e caranguejos em uma lente que aumenta o tamanho em até 840 vezes!

Essas experiências foram vivenciadas durante as aulas de educação ambiental ministradas no Espaço Botânico do Parque da Cidade, em Laranjeiras, no período entre 2017 e 2020.

- Continua após a publicidade -

Também durante as aulas, que são mediadas pelo professor e biólogo Nagibi Neto, os participantes puderam conhecer, através de um microscópio, a microfauna e a microflora que vivem no tanque de bromélias. E mais: também aprenderam sobre o meio ambiente, água, recursos naturais, dengue e vegetação nativa durante visita aos bromeliários, orquidário, jardim temático de restinga, circuito de plantas nativas e viveiros de plantas carnívoras, bioativas, sensitivas e outras.

Visitantes

Os participantes, que são, geralmente, alunos de escolas de ensino fundamental e de projetos sociais dos municípios de Aracruz, Cariacica, Serra, Vila Velha e Vitória, também tiveram experiências além da visão. No jardim sensorial, onde foram foram atendidos 8.835 alunos com monitoramento guiado, o público teve a chance de entrar de olhos vendados e sentir, tocar, comer e cheirar as plantas, que, com suas texturas e aromas, brincam com todos os sentidos.

Os visitantes ainda puderam ajudar a produzir mudas de plantas ornamentais e árvores da Mata Atlântica. No período de 2017 a 2020, foram produzidas e doadas 47.601 mudas.

Também com auxílio dos alunos, foram reintroduzidas em fragmentos de Mata Atlântica da Serra o total de 1.465 plantas de 83 espécies diferentes de Bromeliaceae.

“Conseguimos recuperar duas nascentes do córrego Laranjeiras que estavam inativas há muitos anos e voltaram a aflorar dentro do Parque com o reflorestamento de mais de 4.500 árvores e arbustos da Mata Atlântica. A maioria dessas árvores e arbustos foram plantadas pelos alunos. É muito gratificante ver a natureza se recompondo”, afirma Nagibi.

Em março deste ano, por conta da pandemia do novo coronavírus, o Espaço Botânico foi fechado. Desde então, as aulas foram suspensas, para evitar aglomerações. O espaço será reaberto assim que as autoridades sanitárias determinarem que é seguro para todos.

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 220

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA