Inaugurado primeiro parque solar do Espírito Santo

Foto: Divulgação

O parque será capaz de suprir às necessidades de consumo de energia de quase 2.000 famílias evitando a emissão de quase 1,8 toneladas de CO2 por ano na atmosfera

O primeiro parque solar capixaba já está em funcionamento. O Condomínio Sun Invest, inaugurado no início deste mês, em Linhares, norte do Espírito Santo, colocará o Estado em um novo patamar em relação à geração de energia renovável.

O projeto começou em 2016 e as obras foram iniciadas em 2018. O espaço, que será implantado em três etapas, possui uma área disponível de 50.000m², e utilizará cerca de 3.120 placas fotovoltaicas de 330 watts cada uma por etapa de implantação.

Para cada etapa de 1,03 MWp, estima-se a produção 1687,6 MWh/ano a partir da luz do sol, ou seja, será capaz de suprir às necessidades de consumo de energia de quase 2.000 famílias evitando a emissão de quase 1,8 toneladas de CO2 por ano na atmosfera.

Nesta primeira fase, o parque está apto a atender 32 clientes e cada parte garante a compensação de, em média, 700 kWh do consumo próprio mensal do investidor, energia suficiente para o consumo mensal de até três famílias de até quatro pessoas ou para um pequeno negócio, por no mínimo 30 anos.

O diretor-executivo da ESSolar, Carlos Sena, disse que o projeto é altamente econômico e inovador. – Foto: Divulgação

A capacidade instalada projetada de 3,0 MWp, é potencialmente o maior projeto de geração solar de energia elétrica do Estado e da empresa capixaba ESSolar que tem como meta viabilizar projetos de mini e micro geração distribuída de energia elétrica a partir da utilização de fontes renováveis, como a energia fotovoltaica.

Energia solar no Brasil

Em 2018, o Brasil atingiu a marca de 350 megawatts, recorde na geração de energia a partir da conversão direta da radiação solar. De acordo com a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), o país possui atualmente 37.107 sistemas solares fotovoltaicos conectados à rede.

A economia e sustentabilidade ambiental será para 44.727 unidades consumidoras, somando mais de R$ 2,5 bilhões em investimentos acumulados desde 2012, distribuídos por todas as regiões do país.

Além disso, o Brasil já figura entre os maiores investidores de energia fotovoltaica no mundo, com base nos projetos já contratados, ao lado de países como a China, os EUA e a Alemanha. O potencial desta fonte energética é enorme e, no Brasil, consideravelmente superior que o potencial hidrelétrico.

Energia solar

A energia fotovoltaica se apresenta várias soluções para quem reside em Linhares, por exemplo. A incidência de sol durante todo o ano, o terreno plano, a localização às margens da rodovia e próximo à cidade, facilita o acesso ao condomínio.

Além disso, a energia solar compartilhada também é uma forma de investimento, a exemplo do modelo criado pelo Sun Invest que permite aquisição de cotas e/ou aluguel do ativo. No caso da aquisição de cotas, com a recuperação do investimento é possível ainda reinvesti-lo no seu negócio ou aplicar o valor, por exemplo, em um novo investimento.

Outra vantagem é a economia. Investindo na produção própria de energia, o consumidor será dono do seu destino, adquirindo a sua liberdade energética, e poderá evitar, assim, as altas tarifas de fornecimento de energia.

As simulações apontam que, já no primeiro ano, ele poderá economizar até 60% do valor da energia que ele paga atualmente, dependendo de seu perfil de consumo e do capital investido. Entretanto, ele continuará a pagar a taxa mínima de ligação à rede para EDP, que varia de acordo com a ligação (monofásica, bifásica ou trifásica).

Conteúdo Publicitário