23.3 C
Vitória
sábado, 22 janeiro, 2022

PF e CGU retomam Operação Andaime

Nesta sexta-feira (27) foi deflagrada a quarta fase da operação que investiga obras públicas superfaturadas em R$ 15 milhões.

A Justiça Federal decretou quatro prisões preventivas, uma temporária, 12 conduções coercitivas, 22 mandados de busca e apreensão e seis de sequestro de bens nos municípios de Cajazeiras e João Pessoa, na Paraíba, e Jaguaribe, no Ceará. medidas que fazem parte da quarta fase da Operação Andaime, deflagrada nesta sexta-feira (27), pelo Ministério da Transparência, Fiscalização e Controladoria-Geral da União (CGU), em parceria com a Polícia Federal e o Ministério Público Federal.

As autoridades investigam obras públicas que envolveram a alocação de verbas superiores a R$ 15 milhões, oriundas, principalmente, de repasses firmados com o Ministério das Cidades e Turismo. A etapa atual, que contou com a participação de 12 servidores da CGU e 101 policiais federais, resultada da continuidade de outras fases investigativas, destinadas a apurar irregularidades em processos licitatórios e contratações públicas em prefeituras da Paraíba.

Segundo a CGU, foram constatadas a montagem de procedimentos licitatórios, venda de notas fiscais, contratações de empresas de fachada e emissão irregular de boletins de medição de obras públicas, relacionadas a obras de pavimentação contratadas entre 2008 e 2014, em Cajazeiras.

- Publicidade -

Matérias relacionadas

Continua após publicidade

Fique por dentro

Vida Capixaba

Continua após publicidade