25.5 C
Vitória
terça-feira, 23 DE julho DE 2024

Osteoporose: especialistas fazem alerta principalmente às mulheres

No Dia Mundial de Prevenção a Osteoporose médicos alertam para os riscos de fraturas e importância do tratamento precoce 

Por Patrícia Battestin

Pesquisas recentes apontam que cerca de 10 milhões de pessoas convivem com osteoporose no Brasil. Entre elas, apenas 20% têm conhecimento de que estão com a doença. Essa falta de informação provoca mais de 200 mil mortes todos os anos.

- Continua após a publicidade -

Segundo especialistas, a osteoporose é uma doença silenciosa, que raramente apresenta sintomas antes de sua consequência mais graves. Quando fica fora do controle, ela baixa significativamente a qualidade óssea desse paciente. Aumenta muito o risco de fraturas, principalmente no fêmur, que vão levar o paciente a necessidade de um tratamento cirúrgico para sanar o problema.

É uma doença que acomete principalmente mulheres, no pós-menopausa e acima dos 60 anos. Cigarro, peso baixo e histórico da doença na família são fatores que aumentam os riscos de desenvolver a osteoporose. 

Mas não precisamos nos desesperar é possível prevenir. E manter um vida saudável e em movimento é primordial. “Atividade física é fundamental. Antes para prevenir a osteoporose, dar uma melhor qualidade da massa óssea. Durante o tratamento da doença também. A gente preconiza o paciente estar sempre fazendo movimento, fazendo caminhadas mais leves…”, recomendou o médico e coordenador de ortopedia da Santa Casa de Misericórdia Cachoeiro, Lorran Fonseca.

Para as pessoas que estão no grupo considerado de risco, o ortopedista fez um alerta. ” Procurem um ortopedista e peça para realizar o exame de densitometria óssea. Um procedimento rápido, indolor, e ele vai sinalizar o perfil da doença. Se está na fase inicial ou se há uma osteoporose instalada”.

De acordo com Lorran, o iniciar o tratamento o quanto antes é primordial. Ele normalmente é simples, medicamentoso – que pode ser feito inclusive pelo SUS – e assim evitar possíveis fraturas.

Alimentação como aliada

Uma alimentação balanceada é fundamental para a prevenção e tratamento da osteoporose. De acordo com o nutricionista Rafael Monteiro, dois pontos essenciais são as ingestões equilibradas de carboidratos e proteínas fundamentais para que se tenha uma massa muscular elevada e saudável, pois é um grande diferencial para a Osteoporose.

Rafael Monteiro
o nutricionista Rafael Monteiro deu dicas de alimentos que ajudam a prevenir a osteoporose. Foto: divulgação.

“Os carboidratos (pão, arroz, feijão, frutas, aveia e etc) devem estar inseridos com moderação na alimentação diária, assim como as proteínas (ovos, leite, iogurte, queijo, carnes em geral)”, exemplificou Rafael.

Além disso, segundo o profissional, algumas recomendações específicas são muito importantes e devem ser feitas diariamente:

  • Consuma diariamente alimentos ricos em cálcio como: leite e derivados (iogurte, queijos magros), vegetais verdes-escuros (espinafre, couve, agrião, brócolis, rúcula), soja e derivados (tofu), sardinha e sementes (gergelim, linhaça);
  • Exponha-se ao sol diariamente. Nossa pele é capaz de produzir vitamina D, importante nutriente para saúde óssea, a partir da exposição solar. Tome sol por cerca de 20 a 30 minutos no início da manhã ou no final da tarde sem protetor solar. A suplementação em cápsulas em alguns casos pode ser fundamental;
  • O cálcio, o magnésio é outro importante nutriente da saúde óssea. Ele está presente nas sementes de abóbora, gergelim, linhaça, castanhas, amêndoas, amendoim e aveia, etc;
  • Consuma diariamente frutas, legumes e verduras pois possuem vitaminas e minerais essenciais para o desenvolvimento saudável dos ossos.

 

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 222

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA