23.9 C
Vitória
terça-feira, 2 junho, 2020

O vencedor não será o mais forte, mas o que melhor se adaptar

Leia Também

Prazo de pagamento da taxa do Enem é prorrogado

Segundo o Inep, mais de 5,7 milhões de pessoas já tiveram suas inscrições confirmadas. E a expectativa é que 300 mil inscritos paguem a taxa de inscrição do exame.

Venda de veículos novos sobe 11,6% em maio ante abril, diz Fenabrave

Em maio, segundo mês de concessionárias fechadas em vários Estados, as vendas somaram 62,2 mil unidades, alta de 11,6% em relação a abril.

Estado tem mais de 15 mil infectados pela Covid-19

Chegou a 15.151 o número de pessoas infectadas pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2) no Espírito Santo, segundo o “Painel Covid”.

Viana contará com Guarda Municipal armada

Ao todo, 29 agentes estão sendo treinados para realizar o combate à criminalidade, na segurança do patrimônio público, e a organização do trânsito, conforme explicou o prefeito Gilson Daniel.

Estamos tendo que nos reinventar e nos adaptar a novos métodos de trabalho, quebrando paradigmas que até então seriam intransponíveis.

Há cerca de seis meses, eu iniciava minha nova função como CIO da ArcelorMittal para o segmento de aços planos e sabia que teria muitos desafios, pois nunca havia trabalhado nesta área. Eu sempre trabalhei do outro lado, do lado do negócio. Àquela altura, minha maior preocupação era entender rápido os jargões de TI e como todas as coisas da nova área se relacionavam. Meu foco era trabalhar na priorização de projetos, atividades e, principalmente, no desenvolvimento da nossa jornada digital, através do lançamento do Programa de Inovação Digital, o iNO.VC. O que eu não imaginava é que o início de 2020 seria ainda mais desafiador.

A pandemia da Covid-19 chegou impactando rapidamente todas as esferas da atividade humana e, especificamente, o ambiente empresarial, trazendo dificuldades, até então impensadas.

De uma hora para outra, as empresas se viram diante do desafio de rever suas estratégias de trabalho, estruturar novas formas de atendimento, garantir a continuidade dos seus negócios e tentar manter postos de trabalho. E tudo isso diante de circunstâncias futuras incertas. Dessa forma, não tivemos outra opção a não ser acelerar a implementação de soluções digitais, muitas delas inéditas não só para mim, mas para toda a organização. Estamos tendo que nos reinventar e nos adaptar a novos métodos de trabalho, quebrando paradigmas que até então seriam intransponíveis.

Nesta semana, completamos um mês com a maior parte do pessoal administrativo atuando em teletrabalho e, graças à maturidade e estratégia digital da área de tecnologia, temos mantido com sucesso, em média, mais de 2.000 conexões remotas simultâneas por dia. Nossas equipes têm mantido frequência nas reuniões, muitas vezes diárias, para acompanhamento dos trabalhos. Até mesmo cafés, happy hours online, virtual parties e bate-papos informais entre colegas têm sido estimulados, visando manter o bom clima entre as equipes e fortalecer o espírito de união.

Na ArcelorMittal, entendemos que o momento é de nos mantermos resilientes operacionalmente e alinhados às orientações dos organismos mundiais e nacionais de saúde. Também temos mais consciência, hoje, de que o nosso produto, o aço, que já era considerado uma matéria-prima indispensável na vida contemporânea, ganhou ainda mais relevância no cenário atual, sobretudo diante da necessidade de melhorias nas estruturas hospitalares e de ampliação da capacidade de leitos.

Por isso, estamos focados em continuar entregando bons produtos e serviços e, ao mesmo tempo, fazer com que os efeitos da pandemia se deem no menor prazo e com o mínimo de perdas possíveis.

Por termos uma estratégia digital bem definida, sustentada por uma boa governança, temos conseguido agir com proatividade neste momento e nosso programa de inovação digital, o iNO.VC, tem exercido papel especialmente importante neste cenário. Em funcionamento há cerca de 100 dias, já soma 18 desafios lançados, 80 startups conectadas, 55 eventos realizados e mais de 2.000 seguidores no LinkedIn. Várias soluções digitais vêm sendo implementadas a cada dia, nos mais variados processos da empresa.
A tecnologia tem sido importante aliada, ainda, junto aos empregados e terceiros de áreas onde não é possível operar em teletrabalho, pois passamos a utilizar câmeras termográficas para medir suas temperaturas e evitar a eventual proliferação do coronavírus no ambiente de trabalho.

As ações digitais têm beneficiado também a comunidade, seja com a oferta de eventos culturais nas mídias sociais corporativas, seja com o repasse para entidades sociais, via programa de voluntariado, de doações de cestas básicas e artigos de higiene. Também estamos produzindo máscaras e equipamentos de proteção para os trabalhadores da área hospitalar, dentre outras ações.

Se é possível ver um lado positivo para as empresas nestes tempos de pandemia, talvez seja essa oportunidade de acelerar mudanças operacionais e de pensamento (mindset) que, como todos sabemos, são um caminho sem volta. Enquanto isso, torcemos para que, assim como essa rápida transformação digital, todos nós também nos transformemos como seres humanos pós-Covid 19. E como será o trabalho depois da pandemia? Para essa pergunta ainda não tenho uma resposta, mas tenho uma certeza: será certamente diferente do que já foi. Um novo normal será estabelecido. Mais do que nunca, devemos manter o aprendizado continuamente para que possamos estar melhor preparados para o futuro. E como nos disse Darwin, o vencedor não será o mais forte, mas aquele que melhor se adaptar às mudanças.

Robson Ribeiro Moyzés é gerente Geral de Tecnologia da Informação, Automação e Inovação Digital da ArcelorMittal Aços Planos – América do Sul

Continua após a publicidade

ES Brasil Digital

esbrasil_176
Continua após publicidade

Fique por dentro

Venda de veículos novos sobe 11,6% em maio ante abril, diz Fenabrave

Em maio, segundo mês de concessionárias fechadas em vários Estados, as vendas somaram 62,2 mil unidades, alta de 11,6% em relação a abril.

Cooabriel inaugura unidade em Montanha

O objetivo da nova unidade é atender às grandes solicitações de sócios e produtores, além de expandir a cultura do café conilon na região.

Governo publica MP que pode destravar crédito às pequenas e médias empresas

Os bancos já emprestaram mais de R$ 900 bilhões em recursos novos, renovações e suspensão de parcelas de empréstimos.

Parque de iluminação de Vila Velha será modernizado e ampliado

O edital para contratação da empresa que realizará o serviço foi lançado na sexta-feira (29), nos Diários Oficiais do Município, Estado e da União, além de jornais de circulação nacional.

Vida Capixaba

Viana contará com Guarda Municipal armada

Ao todo, 29 agentes estão sendo treinados para realizar o combate à criminalidade, na segurança do patrimônio público, e a organização do trânsito, conforme explicou o prefeito Gilson Daniel.

Novas regras adotadas para o comércio a partir desta segunda-feira (1º)

As novas regras para galerias, centros comerciais, academia, shoppings e restaurantes de Vila Velha foram publicadas no Diário Oficial do município desse domingo (31).

Lugar de homem é na cozinha

A arte de combinar ingredientes e temperos tem atraído mais e mais homens Em restaurantes ou em ambientes domésticos, é cada vez mais comum ver...

Shoppings da Grande Vitória poderão abrir a partir de segunda (1º)

De acordo com a secretária de Estado de Gestão e Recursos Humanos, Lenise Loureiro, a decisão foi tomada durante uma reunião da Sala de Situação de Emergência em Saúde Pública do Estado, realizada hoje. 
Continua após publicidade