23.2 C
Vitória
terça-feira, 25 junho, 2024

‘O diálogo com a China é indispensável’, diz Macron

Macron ainda expressou esperança de que a China “participe de iniciativas úteis para o povo ucraniano”

O presidente da França, Emmanuel Macron, disse nesta quarta-feira, 5, que quer “envolver a China em uma responsabilidade compartilhada pela paz” na Ucrânia quando se encontrar com o líder da China, Xi Jinping, esta semana.

Autoridades francesas disseram que Macron planeja instar Xi, em conversas na quinta-feira, a usar a influência de Pequim com o presidente da Rússia, Vladimir Putin, mas não esperava uma grande mudança na posição chinesa.

- Continua após a publicidade -

Macron é acompanhado pela presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, em uma demonstração de unidade europeia nas negociações com Pequim.

Em um discurso para residentes franceses na China, Macron disse que “tentaria construir e, de alguma forma, envolver a China em uma responsabilidade compartilhada pela paz e estabilidade em questões internacionais”, incluindo Ucrânia, Irã e Coreia do Norte.

Macron expressou esperança de que a China “participe de iniciativas úteis para o povo ucraniano”.

“O diálogo com a China é indispensável”, disse Macron durante evento na Embaixada da França. 

Com informações Agência Estado

Entre para nosso grupo do WhatsApp

Receba nossas últimas notícias em primeira mão.

Matérias relacionadas

Continua após a publicidade

EDIÇÃO DIGITAL

Edição 221

RÁDIO ES BRASIL

Continua após publicidade

Vida Capixaba

- Continua após a publicidade -

Política e ECONOMIA